Servo de Deus Antonio Girón González

Padre Antonio Girón González nasceu em Ponferrada (León) em 11 de dezembro de 1871. Após a profissão, em 15 de agosto de 1889, recebeu o sacerdócio em 19 de maio de 1894.

Viveu em várias comunidades, dedicando-se ao ensino, à formação e como consultor provincial.

Religioso exemplar, com notáveis dons intelectuais e profunda vida interior, testemunhou até ao fim a sua devoção à Virgem com a recitação constante do rosário. No início da perseguição ele era, desde junho, membro da comunidade do Perpétuo Socorro.

Refugiou-se primeiro em uma casa particular, depois em um convento religioso e, finalmente, em um hospício, foi descoberto e preso pelos milicianos que o assassinaram em 30 de agosto de 1936.