REFLEXÃO DIÁRIA

LOCALIZE ABAIXO A REFLEXÃO DO DIA

A reflexão supõe que você antes leu o texto evangélico indicado.

MÊS DE ABRIL

1 - Segunda-feira - Santos: Hugo de Grenoble, Teodora, Ludovico Pavoni

Evangelho (Jo 4,43-54) "O funcionário do rei disse: - Senhor, desce, antes que meu filho morra! Jesus disse-lhe: - Podes ir, teu filho está vivo."

O milagre é um sinal, que chama nossa atenção para o poder e a bondade de Deus. Mas o milagre não pode ser o motivo de nossa fé. Mesmo sem ver milagres, podemos e devemos acreditar, porque nossa fé nasce da ação da graça de Deus em nós, que nos atrai e convida. Assim ajudados, podemos livremente aceitar a oferta e o convite, e acolher a salvação, a vida nova que nos possibilita.

Oração

Senhor meu Deus, creio em vós, em vosso poder e em vossa bondade. Iluminai-me sempre, conquistai meu coração para que me entregue confiadamente em vossas mãos. Aumentai minha confiança em vós, afastai de mim o medo e a hesitação. Creio que quereis meu bem mais que eu mesmo, e tudo fareis para que eu seja feliz e viva convosco para sempre. Entrego-me todo a vós. Amém.

2 - Terça-feira - Santos: Francisco de Paula, Leopoldo de Gaiche

Evangelho (Jo 5,1-16) "Aí se encontrava um homem, que estava doente havia trinta e oito anos. Jesus ... disse-lhe: - Queres ficar curado?"

A crença popular dizia que aquela água era milagrosa, e por isso muitos estavam ali. Jesus viu o paralítico e, sem que ele nada pedisse, perguntou se queria ser curado. O homem deve ter estranhado a pergunta do desconhecido. Mas acreditou nele quando lhe disse: - "Levanta-te, pega tua cama e anda". O poder de Jesus não apenas curava, mas também fazia nascer a fé nos que o ouviam.

Oração

Senhor Jesus, eu me pareço muito com esse homem. Conheço minha fraqueza e minhas maldades, e sei que neste mundo não há ninguém que me possa salvar. Podem ensinar-me o caminho certo, mas só vós podeis curar-me, mandar que me levante e caminhe. E vós o fazeis a todo momento. Aumentai, pois, minha fé, minha confiança, para que me decida, me levante para vos seguir. Amém.

3 - Quarta-feira - Santos: Irene, Sisto I, Gandolfo de Binasco

Evangelho (Jo 5,17-30) "Então, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque, além de violar o sábado, chamava Deus o seu Pai, fazendo-se, assim, igual a Deus."

Os adversários de Jesus estavam certos: ele se apresentava como Deus, igual ao Pai. Isso eles não queriam acreditar, apesar do poder de Deus que agia em seus corações. Jesus é importante para nós porque é o Filho de Deus, igual ao Pai, e por isso pode transformar-nos interiormente. Pode livrar-nos do mal e dar-nos agora uma vida nova na fraternidade, e uma vida eterna de paz e felicidade.

Oração

Senhor Jesus, creio em vós, creio que sois o Filho de Deus. Só vós podeis libertar-me do mal, transformar meu coração e dar-me já agora uma vida nova. Espero e creio, Senhor, que depois da morte me fareis viver para sempre, em união convosco e com todos os vossos escolhidos. Ajudai-me a vos ser fiel, que nunca vos abandone, mas procure crescer sempre mais na união convosco. Amém.

4 - Quinta-feira - Santos: Isidoro de Sevilha, Platão, monge, Pedro de Poitiers

Evangelho (Jo 5,31-47) "Como podereis acreditar, vós que recebeis glória uns dos outros e não buscais a glória que vem do único Deus?"

Havia muitos que não acreditavam em Jesus nem aceitavam suas ideias. Tentando conquistá-los, ele dizia que para crer no enviado de Deus era preciso abandonar as ideias, certezas e esperanças puramente humanas. Se confiamos em nós mesmos e em nossas bondades, se não reconhecemos nossa fragilidade, não existe salvação para nós, nem nos interessa a mensagem de Jesus.

Oração

Senhor Jesus, reconheço que muitas vezes procurei interpretar vossas palavras de modo que não me incomodassem. Queria continuar pensando e vivendo segundo minhas próprias ideias. Perdoai-me, Senhor, convertei meu coração, iluminai-me para que passe a pensar e a julgar tudo do vosso jeito. Não permitais que me deixe seduzir por falsos profetas que não podem salvar-me. Amém.

5 - Sexta-feira - Santos: Vicente Ferrer, Catarina Tomás

Evangelho (Jo 7,1-2.10.25-30) "Vós me conheceis e sabeis de onde sou; eu não vim por mim mesmo, mas o que me enviou é fidedigno. A esse, não o conheceis..."

Eles tinham de Jesus um conhecimento apenas exterior, sabiam de onde era, qual sua profissão, quais seus parentes. Mas isso era apenas parte da verdade. Também a nós pouco ajuda um conhecimento apenas exterior e humano de Jesus. Para ele ter importância para nós, será preciso que o reconheçamos como o Filho de Deus, enviado para nos salvar, capaz de nos modificar interiormente.

Oração

Senhor Jesus, fazeis de fato parte de nossa humanidade, vivestes em nosso tempo e em nossa terra. Mas não sois um simples homem como nós: sois o Filho de Deus, por quem e para quem tudo foi criado. Sois Deus, e vosso poder divino é que nos mantem na vida, e nos torna possível agir, conhecer e amar. Aumentai em mim a luz da fé, para que vos possa conhecer mais intimamente. Amém.

6 - Sábado - Santos: Celestino, Catarina de Pallanza, Diógenes.

Evangelho (Jo 7,40-53) "Ao ouvir as palavras de Jesus, algumas pessoas da multidão diziam: - Este é, verdadeiramente, o Profeta. Outros diziam: - Ele é o Messias."

A festa dos Tabernáculos celebrava a salvação do povo. Na oportunidade Jesus apresenta-se como a verdadeira salvação, pois só ele pode dar a água do Espírito que mata a sede de vida. Muitos o reconheceram como o salvador e o profeta que lhes fala em nome de Deus. Muitos, principalmente dentre os chefes, não o aceitavam, pois confiavam em si mesmos e viviam apegados a seus preconceitos.

Oração

Senhor Jesus, creio em vossa palavra, porque nunca alguém falou como vós. Não me falais apenas exteriormente, mas falais a meu coração, e me conquistais por dentro. Só vós podeis dar-me a água do Espírito, que mate minha sede de justiça e felicidade. Enviai sobre mim vosso Espírito, que me transforme e me faça viver. Confio em vós e reconheço que sois meu único salvador. Amém.

7 - 5º Domingo da Quaresma - Santos: João Batista de La Salle, Ursulina

Evangelho (Jo 8, 1-11) "- Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou? Ela respondeu: - Ninguém, Senhor. Então Jesus disse: - Eu também não te condeno."

Não sabemos o que Jesus estava ensinando a toda aquela gente reunida ao seu redor. Escribas e fariseus queriam atrapalhar sua pregação colocando-o diante de uma escolha. Ou se recusava a aceitar a lei de Moisés, ou concordava que a adúltera devia ser apedrejada, indo assim contra tudo que ele ensinava sobre o perdão de Deus. Não temos como saber por que motivo ele começou a escrever no chão, nem o que escrevia. Como teimavam querendo uma resposta, colocou-os também diante de uma escolha. E para nós deixou um ensinamento claro. Devemos condenar o erro, mas sem condenar quem erra, sabe Deus em que circunstâncias. Se Deus está sempre pronto a perdoar, temos de sempre deixar aberta a porta para o retorno dos que erram.

Oração

Senhor Jesus, como aqueles escribas e fariseus eu também sou muito rígido em meus julgamentos, ou melhor, em minhas condenações definitivas contra meus irmãos. Talvez seja até mais severo do que o vosso Pai. Peço perdão e que sejais comigo mais misericordioso do que eu sou com os outros. Hoje vos quero pedir por todos que precisam encontrar o caminho da paz e da reconciliação. De modo especial quero pedir pelos que se deixam prender pela infidelidade no casamento, ou sofrem suas consequências. Nem posso esquecer, Senhor, aqueles e aquelas nas calçadas da vida, trazendo o vazio no coração. Repeti para todos nós aquelas vossas palavras de misericórdia: "Eu também não te condeno. Podes ir, e de agora em diante não peques mais". Amém.

8 - Segunda-feira - Santos: Edésio, Máxima

Evangelho (Jo 8,12-20) "Disse Jesus aos fariseus: - Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida."

Os fariseus diziam que procuravam a verdade de Deus. Quando, porém, Jesus apresentou-se a eles como a luz para a vida, não acreditaram nele e recorreram a pretextos. Não aceitavam a palavra de Jesus, nem acolhiam a graça de Deus que os convidava à fé. Jesus pode iluminar minha vida e dar respostas a todas as minhas perguntas que importam. Basta que me entregue a ele à luz da fé.

Oração

Senhor Jesus, reconheço que por mim mesmo não consigo encontrar o caminho, nem muito menos caminhar em busca da felicidade. Creio que sois a luz que me pode guiar, e a força que me pode amparar. Confio em vosso poder e em bossa bondade. Cuidai de mim, e não permitais que vos abandone e me perca na estrada da vida. Olhai também por todos que procuram o amor e a verdade. Amém.

9 - Terça-feira - Santos: Maria de Cléofas, Acácio, Demétrio

Evangelho (Jo 8,21-30) "Disse-vos que morrereis nos vossos pecados, porque, se não acreditais que eu sou, morrereis nos vossos pecados."

Aos que não acreditavam nele, como que Jesus ofereceu uma última oportunidade: estava chegando o fim de sua missão, e eles o pregariam na cruz. Se apesar de tudo continuassem presos ao seu pecado, a sua recusa à oferta de salvação, iram morrer afundados em suas maldades e injustiças. Para mim também Jesus oferece a única oportunidade para me libertar do meu pecado.

Oração

Senhor Jesus, reconheço o pecado, o mal que existe em mim, e me impede de procurar e fazer o bem. Creio que sois minha única salvação, creio que sois o Filho de Deus que me pode libertar do pecado, desse meu apego ao orgulho, à mentira e ao desamor. Entrego-me confiante em vosso poder, quero estar sempre unido a vós, quero que sejais meu mestre, minha vida, meu salvador. Amém.

10 - Quarta-feira - Santos: Miguel dos Santos:, Ezequiel, Pompeu

Evangelho (Jo 8,31-42) "Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará."

Se aceitamos a palavra de Jesus, estamos de fato com ele e somos seus discípulos. Ele nos ensina a verdade sobre nós e nossa realidade, sobre o que Deus nos oferece, o caminho que nos salva, o sentido de nossa vida. E essa verdade haverá de nos fazer livres; livres da mentira e do mal, livres do medo e da desesperança. Ele é nosso caminho, nossa verdade e nossa vida. É tudo para nós.

Oração

Senhor Jesus, como Pedro eu vos digo: Se vos deixar, a quem irei procurar? Só vós tendes palavras de vida eterna. Coloco somente em vós toda a minha esperança; de olhos fechados entrego-me a vós. Sei que não me abandonareis. Mas preciso que me segureis, para que não vos abandone por ilusões. Livrai-me das minhas maldades todas, da falsa confiança em minhas pobres forças. Amém.

11 - Quinta-feira - Santos: Estanislau, Gema Galgani, Isaac

Evangelho (Jo 8,51-59) "Em verdade, em verdade, eu vos digo: se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte."

Sabemos que Jesus não falava de uma imortalidade física; aliás, muitas vezes anunciou sua própria morte. Quem crer nele não sofrerá a morte do mal, do pecado, da inutilidade total. Terá, porém, a vida que dura para sempre, depois de superada a etapa terrena desta vida. Se cremos em Jesus e entregamo-nos a ele, temos a promessa da ressurreição, da plenitude de nossa realidade humana.

Oração

Senhor Jesus, creio em vossa palavra, e espero confiante a vida nova, a vida que dura para sempre na felicidade e na paz. Agradeço, porém, a vida atual; é bom viver, amar, trabalhar e alegrar-se, mesmo se às vezes com alguma tristeza. Com vossa ajuda, que vivestes esta nossa vida, quero viver bem agora, preparando-me para o encontro final convosco e com meus irmãos todos. Amém.

12 - Sexta-feira - Santos: Júlio I, Sabas Godo, Ângelo de Chivasso

Evangelho (Jo 10,31-42) "Não queremos te apedrejar por causa das obras boas, mas pela blasfêmia, porque sendo apenas um homem, tu te fazes Deus!"

Se Jesus se apresentasse apenas como um mestre a mais, não teria provocado a reação que encontrou. Todos viam que era um homem como os outros, mas apresentava-se como igual a Deus. Esse era o grande desafio aos seus ouvintes. Também eu tenho de escolher: ou acredito na divindade de Jesus, ou vejo nele um simples homem, e ele não tem para mim nenhuma importância.

Oração

Senhor Jesus, creio que sois o Filho de Deus encarnado, distinto do Pai, mas igual a ele em divindade e poder. Por isso é que sois tão importante para mim, o único que me pode transformar, libertar e fazer feliz. Entrego-me a vós, aceito vosso modo de pensar, de amar e de viver. Tomai conta de meu coração, uni-me estreitamente a vós. Isso me basta, isso vos quero pedir sempre. Amém.

13 - Sábado - Santos: Martinho I, Márcio, Quintiliano

Evangelho (Jo 11,45-56) "Muitos judeus que viram o que Jesus fizera, creram nele. Alguns, porém, foram ter com os fariseus e contaram o que Jesus tinha feito."

Não era possível negar que Lázaro tinha morrido e que, quatro dias depois, voltara à vida chamado por Jesus. Diante do milagre, muitos acreditaram no poder de Jesus. Outros, porém, não acreditaram nele e resolveram ver o que podiam fazer para o destruir. Acreditar ou não em Jesus será sempre uma decisão pessoal e livre. Ainda que, para acreditar nele, precisemos da graça de Deus.

Oração

Senhor meu Deus, agradeço o dom da fé, que me tornou possível acreditar em Jesus. Iluminai-me, para que eu o conheça cada vez mais intimamente; aumentai meu amor para que o ame e lhe dê o primeiro lugar em minha vida. Ajudai-me de modo que, com meu exemplo de vida, ajude outros a conhecê-lo como libertador e salvador. Fazei de mim discípulo e apóstolo de Jesus. Amém.

14 - Domingo da Paixão e Ramos - Santos: Lamberto, Donina, Próculo

Evangelho (Lc 23,1-49) "Jesus deu um forte grito: − Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito. Dizendo isso, expirou."

A última palavra de Jesus resume toda a sua vida de entrega total nas mãos do Pai. Viveu sempre na confiança, na obediência e na fidelidade, e assim também aceitou a morte, o maior de nossos limites. Viveu como nos queria ensinar a viver, mostrando que fora do amor do Pai não existe felicidade possível para nós. Quis viver nossa vida com todas as suas limitações, para nos mostrar que, apesar de tudo, o Pai nos ama e podemos ser felizes. Para nossa pobreza humana existe solução, a partir do momento que deixemos de procurá-la em nós, e nos entreguemos tranquilamente nas mãos da misericórdia infinita. Jesus, com seu poder divino, só ele pode levar-nos a essa rendição total ao Pai, num supremo e total gesto de obediência. "Quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem sacrificar a sua vida por amor de mim, salvá-la-á" (Lc 9, 24).

Oração

Senhor Jesus, nunca poderei imaginar o que vivestes de angústias pregado à cruz, o que havia em vosso coração naqueles momentos finais. O que passava pelo vosso coração humano, as alegrias, os sonhos, as desilusões... tudo entregastes nas mãos do Pai numa renúncia total, num ato único de amor. Como vós, no Jardim das Oliveiras, também eu me encolho ao pensamento do fim, numa mistura de esperança e medo. Posso procurar todos os consolos possíveis, mas só vós, com vosso poder e vosso exemplo, podeis dar-me a tranquilidade da entrega incondicional ao amor do Pai. Cada vez se torna mais urgente a hora, a minha hora, para a qual preciso de vossa presença que me acalme os temores, e eu passe confiante da vida para a vida. Amém.

15 - Segunda-feira Santa - Santos: Êutiques, Anastácia, Vitoriano

Evangelho (Jo 12, 1-11) "Maria, tomando quase meio litro de perfume de nardo puro e muito caro, ungiu os pés de Jesus e enxugou-os com seus cabelos."

Maria, irmã de Marta e Lázaro, devia sabe que Jesus estava ameaçado de morte. Via, talvez, que aquele jantar era uma despedida. Perfumou os pés de Jesus com meio litro de bálsamo precioso. Por que esse gesto inútil, esse desperdício? Para dizer a Jesus que o amava e respeitava, para mostrar que acreditava nele. Sou capaz, de vez em quando, de um gesto inútil só para dizer que creio e amo?

Oração

Senhor Jesus, Maria surpreendeu a todos, muito mais do que se tivesse usado muitas palavras. Não lhe importava se compreendiam ou não. De seu jeito mostrou a Jesus seu amor e sua fé. Ajudai-me a encontrar o meu jeito de vos amar, de conversar convosco na oração, sem preocupação, gastando meu tempo convosco. Se não souber o que dizer, ensinai-me a simplesmente estar ali. Amém.

16 - Terça-feira Santa - Santos: Bernadete, Calisto de Corinto, Júlia

Evangelho (Jo 13,21-33.36-38) "Depois que Judas saiu, disse Jesus: - Agora foi glorificado o Filho do Homem, e Deus foi glorificado nele."

Na linguagem bíblica, glória não é simples fama; é a própria realidade e o valor da pessoa. Diante da negação de Judas, ao aceitar a morte como consequência de sua maneira de ser, manifestou-se toda a grandeza de Jesus. Nessa sua coerência manifestou-se também a grandeza, a glória do Pai. É em nossas limitações humanas que se mostra o poder e a misericórdia de Deus que nos salva.

Oração

Senhor Jesus, na aceitação coerente da morte mostrais a vossa glória, a vossa grandeza como Filho de Deus salvador. Ensinai-me a louvar o Pai também com minhas limitações, até nos sofrimentos e na morte. Não permitais que me entregue ao orgulho vazio ao procurar fama e poder. Ajudai-me a ser o que quereis que eu seja, com minhas limitações, mesmo desconhecido de todos. Amém.

17 - Quarta-feira Santa - Santos: Aniceto, Roberto, abade, Hermógenes

Evangelho (Mt 26, 14-25) "─ Que me dareis se eu vos entregar Jesus? Combinaram trinta moedas de prata."

No evangelho de Mateus, quando fala do anúncio da traição por parte de um dos discípulos, percebemos entre eles uma inquietação desagradável de insegurança. Traição é sempre coisa muito triste. Nasce da falta de amor, da cobiça, da cobardia, da deslealdade ou até do medo e da fraqueza. Desconfiados, inquietos e tristes todos eles começam a perguntar: "Senhor, será que sou eu?"

Oração

Senhor, não foi por curiosidade que os apóstolos perguntaram se seriam culpados de traição. Depois do tempo passado convosco, já sabiam que não podiam contar com suas próprias forças. Na pergunta de cada um percebo uma oração, um pedido que eu também quero fazer: Senhor, olhai para minha fraqueza e meu medo, tomai conta de mim, não permitais que vos atraiçoe nem abandone. Amém.

18 - Quinta-feira da Ceia do Senhor - Santos: Faustino, Galdino

Evangelho (Jo 13,1-15) "Jesus sabia que tinha chegado a sua hora de passar deste mundo para o Pai; tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim."

Jesus, como Deus e como Homem, sabia que estava chegando a hora de sua morte. Coerente com o que tinha vivido e ensinado enfrentou a consequência de suas escolhas, e entregou-se por amor às mãos do Pai. Entregou-se também por nosso amor, ainda quando esse amor o levava à morte. Amou-nos com amor total: "Ninguém tem maior amor do que este: dar a vida por seus amigos" (15 13).

Oração

Senhor Jesus, não podemos viver sem ser amados. Fomos criados por amor, adotados como filhos, chamados à plenitude do amor na eternidade. E o amor do Pai por nós manifestou-se em vós, que assumistes nossa vida humana e vivestes nossa morte. Bendito seja esse vosso amor imenso por nós, que vos levou a vos entregar a nós e por nós. Dai-me ao menos um pouco desse amor. Amém.

19 - Sexta-feira Santa - Santos: Sócrates, Gálata, Expedito

Evangelho (Jo 18,1-19,42) "- Não és tu, também, um dos discípulos dele? Pedro negou: - Não!"

Em poucas palavras aí está o drama de nossa pobre fraqueza. Pedro falara muito confiante, prometendo fidelidade até a morte. Era sincero, mas prometia o que não podia cumprir por si mesmo. Comigo acontece o mesmo. Confio em mim mesmo, e por isso falho miseravelmente. Movido pela graça divina, quero ser fiel e tudo fazer por Jesus. Mas preciso que Deus continue a me ajudar.

Oração

Senhor Jesus, como a fraqueza de Pedro, e a minha também, contrasta com vosso amor fiel até à morte. Pela vossa fidelidade obediente, socorrei minha debilidade, dai-me muito amor e coragem. Não preciso de grandes dificuldades para falhar. Tropeço até em pequenas coisas. Amparai-me, então, por misericórdia, e pelo amor que me tendes não permitais que vos abandone jamais. Amém.

20 - Sábado da Vigília Pascal - Santos: Antonino, Marcelino de Embrun

Evangelho (Lc 24, 1-12) "Por que estais procurando entre os mortos o vivente? Ele não está aqui. Reergueu-se!"

Os mensageiros de Deus explicaram por que o túmulo estava vazio. Na Bíblia antiga Deus era chamado de "o vivente", aquele que vive, e é vida. O túmulo estava vazio porque Jesus não era um morto, alguém do passado. É o Filho de Deus, o vivente que venceu a injustiça e a morte. E, porque vive, pode libertar-nos da morte, e fazer-nos viver desde agora da vida nova que não se acaba.

Oração

Senhor Jesus, creio que vencestes a morte, e estais vivo para me fazer viver. Não sois uma lembrança, nem alguém do passado. Estais sempre comigo, e me fazei participante de vossa vida e de vossa felicidade. Creio, mas aumentai minha fé, para que minha vida tenha sentido, para eu não ter medo, para que nada, nem a morte, possa abater-me. Alegro-me porque sois minha esperança. Amém.

21 - Domingo da Ressurreição do Senhor - Santos: Anselmo, Sílvio

Evangelho (Jo 20, 1-9) "Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou."

Quem escreveu essa passagem viveu de fato o que está narrando. Lembrava-se muito bem. Ainda estava escuro quando as mulheres os vieram acordar. Ele e Pedro saíram sem saber direito o que iriam fazer. Pedro corria como podia, mas não conseguia acompanhá-lo. Ele chegou primeiro, olhou para dentro do túmulo, mas não entrou. Por quê? Apenas achou que não devia. Pedro afinal chegou e entrou no túmulo. Não nos diz qual foi sua reação diante do que viu. Ele afinal, que chegara primeiro, entrou também, viu o túmulo vazio, e diz que acreditou. Não no que estava vendo, no leito de pedra vazio, nas faixas de linho, no lenço à parte. Acreditou no que não estava vendo nem podia ver: acreditou que Jesus estava vivo. Acreditou antes de o ver, sem pedir para lhe tocar as chagas. Acreditou simplesmente movido por uma força interior que o arrastava.

Oração

Senhor Jesus, creio que morrestes por meu amor e ressuscitastes, assumindo a vida nova e gloriosa para a qual nos quereis levar. Sei que minha vida continuará marcada por dificuldades e lutas, fraquezas, doenças e separações, sei que deverei provar a morte. Tudo isso, porém, é pouco diante da esperança certa que me dais. Um dia tudo isso ficará para trás, e poderei viver plenamente na luz, amando e sendo amado sem limitações, na felicidade e na alegria definitiva. Vós o prometestes aos que vos seguem: guardai-me, Senhor, não permitais que vos abandone. Fazei que a esperança da vida eterna esteja sempre diante de mim, para que tudo faça para que possa estar para sempre convosco e com os que amei. Isso vos peço e de vós espero, que sois para nós Caminho, Verdade e Vida. Amém.

22 - Segunda-feira - Santos: Bartolomeu de Cervere, Sotero, Miles.

Evangelho (Mt 28,8-15) "Jesus foi ao encontro delas, e disse: - Alegrai-vos! As mulheres aproximaram-se, e prostraram-se diante de Jesus, abraçando seus pés."

As duas Marias de manhã foram ver o túmulo do Mestre, abaladas e saudosas. Veem o poder divino que se manifestava no túmulo vazio, e ouviram que Jesus estava vivo. Numa mistura de temor e alegria, iam levar a mensagem aos discípulos. E Jesus veio-lhe ao encontro, com uma saudação que era convite à alegria. Atiram-se por terra, em adoração, e também mostram seu carinho por ele.

Oração

Senhor Jesus, como as duas Marias eu também vos reconheço como meu Senhor e meu Deus. Dependo de vós em tudo, estais infinitamente acima de mim; creio em vós e ponho em vós toda a minha esperança. Mas, ao mesmo tempo, sois um dos nossos, tendes um coração como o nosso. Por isso eu também vos amo como se ama um amigo, como se ama um irmão. Eu vos abraço. Amém.

23 - Terça-feira - Santos: Jorge, Adalberto de Praga

Evangelho (Jo 20,11-18) "Então Jesus disse: - Maria! Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: - Rabuni (que quer dizer: Mestre)."

Madalena viu o túmulo vazio, viu e ouviu os anjos, viu um homem que parecia o jardineiro, e pensava apenas que tinham levado o corpo do Mestre. Tudo mudou apenas quando Jesus a chamou pelo nome: Maria! Ele abriu seu coração e seus olhos, e ela o reconheceu e compreendeu que ele estava vivo e presente, ainda que de um jeito novo. E logo foi apressada dizer aos discípulos: Eu vi o Senhor!

Oração

Senhor Jesus, tudo mudou para Maria quando a chamastes pelo nome. Para mim também tudo é diferente desde que me chamastes pelo nome, num convite pessoal, de coração para coração. Isso me fez crer em vós, isso continua a me prender a vós. Vejo que sou importante e único para vós. Por isso quero que sejais único para mim, dono de minha vida, meu amigo, salvador e Deus. Amém.

24 - Quarta-feira - Santos: Fidélis de Sigmaringa, Honório

Evangelho (Lc 24,13-35) "Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. Os discípulos, porém, estavam como que cegos, e não o reconheceram."

Os dois voltavam para casa, tristes e indecisos; não havia o que fazer em Jerusalém; o Mestre estava morto, apesar do que disseram as mulheres. Estavam a caminho, à procura de uma explicação para o que tinham vivido, e de um sentido para o futuro. Jesus uniu-se a eles na caminhada, ouviu sua angústia, e falou apresentando-lhes os projetos de Deus. E tudo logo ganhou sentido para eles.

Oração

Senhor Jesus, muitas vezes estou assim, sem saber o que pensar, nem imaginar o que quereis de mim. Agradeço porque me pusestes à procura, e não deixastes que ficasse parado fora do caminho. Abristes meu coração, afastastes minha inércia, para que procurasse e ouvisse o que me queríeis dizer. Agradeço, Senhor, porque dais sentido a minha vida, e me ajudais a caminhar sempre. Amém.

25 - Quinta-feira - Santos: Marcos, evangelista

Evangelho (Lc 24,35-48) "Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as Escrituras, e disse-lhes: ... Vós sereis testemunhas de tudo isso".

Os discípulos não tiveram simples visões, mas "aparições", em que Jesus ressuscitado se inseria na vida real, fazendo-os perceber que a ressurreição não era simples ideia, mas uma realidade concreta. Mesmo assim, eles precisavam da graça de Jesus em seu coração, para entender o sentido do que estavam vivendo. Só assim podiam tornar-se testemunhas de Jesus diante de todos nós.

Oração

Senhor, porque me destes o dom da fé, acredito na vossa ressurreição, acredito que podeis salvar-me e dar-me vida nova. Iluminai-me, abri minha inteligência para que vos possa anunciar a todos como Salvador. Aumentai minha união convosco, para que possa ser sempre mais manifestação de vossa presença, de vossa bondade e de vosso poder, e um dia possa eu também ressuscitar. Amém.

26 - Sexta-feira - Santos: Clarêncio, Lucídio, Exuperância

Evangelho (Jo 21,1-14) "Saíram e entraram na barca, mas não pescaram nada naquela noite. ... Jesus disse-lhes: - Lançai a rede à direita da barca, e achareis".

Temos na passagem rica mensagem para nós. Nós também vivemos depois da ressureição de Jesus. E o conhecemos só pela fé. Trabalhamos, mas não temos resultado, apesar de trabalhar para ele. Precisamos trabalhar com ele, atirando a rede como manda. Se formos comunidade reunida por ele, a seu redor, alimentada por ele, seremos rede que levará imensas multidões para seu reino.

Oração

Senhor, olhai para nós que somos vossa igreja, convocada e reunida por vosso poder. Vós nos confiastes tarefa muito grande. Somos fracos, amamos pouco, falta-nos coragem, temos impressão que inutilmente anunciamos vosso evangelho. Não deixeis que esqueçamos que estais conosco. Mostrai o lado certo para jogar a rede, e temos certeza que ela se encherá, e seremos uma família. Amém.

27 - Sábado - Santos: Zita, Tertuliano

Evangelho (Mc 16,9-15) "Jesus apareceu aos onze discípulos que estavam comendo, repreendeu-os por sua falta de fé e pela dureza de coração..."

Não quiseram acreditar na Madalena e nas mulheres, nem nos dois que iam para Emaús, quando anunciavam que tinha visto Jesus novamente vivo. Para crer precisavam aceitar a graça da fé. Apesar da "dureza de seu coração", Jesus conquista-os e envia para anunciar a todos a salvação. Nosso coração é duro, mas Jesus confia-nos a mesma tarefa, e estará sempre ao nosso lado.

Oração

Senhor Jesus, conquistai meu coração, aumentai minha fé, fazei que vos conheça sempre mais. Aceito a missão que me confiais, e quero anunciar a todos que sois o Deus Salvador, que estais vivo entre nós, e podeis fazer nossa felicidade. Ajudai minha fraqueza, para que não desanime diante das dificuldades, e minha vida não desminta o que falo de vós. Creio em vós a vos amo. Amém.

28 - 2º Domingo da Páscoa ou da Divina Misericórdia - Santos: Pedro Chanel, Valéria

Evangelho (Jo 20, 19-31) "- A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio. ...soprou sobre eles e disse: - Recebei o Espírito Santo."

Jesus apareceu vivo entre os discípulos, entrou na realidade deles, foi visto, ouvido e tocado. Não era apenas uma visão. "Pôs-se no meio deles", interagiu com eles. E não os abandonou, mesmo quando deixou de ser visto. Como Tomé, mesmo sem o ter visto, dizemos "meu Senhor e meu Deus", e cremos que ele continua vivo e atuante entre nós, mantendo-nos unidos a si e entre nós. Vivemos com Jesus vivo, poderoso, ressuscitado, vencedor da morte, sem as limitações de seu tempo na terra. Ele não só nos deseja, mas nos dá a paz, a felicidade e a alegria. Ele nos dá seu Espírito, e nos faz participantes de sua vida, vencedores da morte e do pecado, e participantes de sua missão salvadora. Ressuscitado ele faz toda a diferença em nossa vida.

Oração

Senhor Jesus, creio que vencestes a morte, e passastes a viver a vida plena, sem limitações, que nos prometestes, e da qual nos fazeis participantes desde agora. Creio que sois o Filho de Deus, e nos fazeis também filhos e filhas, à espera do cumprimento de vossas promessas na vida eterna. É bom saber que não estamos sós, que nos momentos mais difíceis estais ao nosso lado, mas também participais de nossas alegrias. Aumentai minha fé, fazei-me sempre mais consciente de vossa presença participante e inspiradora de minha vida. Não peço para vos ver, quero apenas que me ajudeis, amparando-me e guiando meus passos. Alegro-me convosco, Senhor, e com toda a vossa igreja, a comunidade reunida ao vosso redor. Amém.

29 - Segunda-feira - Santos: Catarina de Sena

Evangelho (Jo 3,1-8) "O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com quem nasceu do Espírito".

Na língua original do Evangelho, a mesma palavra significa vento e espírito, sopro, respiração. A fé e a vida nova que Jesus nos oferece não vêm de nós, mas do Espírito, do Sopro de Vida de Deus. Sem respiração estamos mortos; sem o Espírito, o Sopro de Vida que vem de Deus e nos transforma, estamos mortos para a vida de união com Deus, de participação em sua própria vida divina.

Oração

Senhor, enviai-me vosso santo Espírito, que cada vez mais me inunde, ilumine e vivifique. Fazei-me crescer na união convosco, aumentai a luz da fé para que eu saiba decidir certo, dai-me caridade mais profunda e esperança mais alegre. Preciso de vosso Espírito, Senhor, que traga mais coragem e mais generosidade para minha vida, que me arranque da rotina dos que vos amam pouco. Amém.

30 - Terça-feira - Santos: Pio V, Lourenço de Novara, Sofia.

Evangelho (Jo 3,7b-15) "O que nasce da carne é carne; o que nasce do Espírito é espírito. Não te admires do que eu te disse: deveis nascer do alto."

Jesus diz a Nicodemos que é preciso nascer de novo, ou nascer do alto. O texto original tem de propósito esses dois sentidos. Nascer de novo: passando por uma transformação, recebendo vida nova, ser nova criatura. Nascer do alto: receber a vida que vem de um poder superior, do poder de Jesus que nos dá seu Espírito, seu alento de vida nova. Mais do que uma exigência, é uma oferta que Jesus nos faz: se o aceitamos, seremos participantes da vida do próprio Deus.

Oração

Senhor, creio que sois o Filho de Deus. Por isso podeis dar-me uma vida nova, acima desta minha natureza puramente humana. Se me transformais, serei uma nova criatura, participante de vossa natureza divina, capaz de vos conhecer e amar de uma maneira nova. Unido a vós, poderei conhecer a verdade, poderei procurar e praticar o bem, viver amando e sendo amado. Essa é a felicidade que quereis para mim. Eu vos agradeço. Ajudai-me a vos ser sempre fiel. Amém.