29 – Sábado – Santos: Catarina de Sena 
 
Evangelho (Jo 6,16-21) “Os discípulos tinham remado uns cinco quilômetros, quando viram Jesus, andando sobre as águas e aproximando-se da barca.”
 
Vendo a multiplicação dos pães, o povo queria aclamar Jesus como rei, mas ele retirou-se para o alto do monte. Depois, à noite, andando sobre as águas, ele alcançou a barca dos discípulos. Queriam fazê-lo rei, mas ele era muito mais do que isso. Mostrou aos discípulos que não era um simples homem, mas alguém muito maior, acima das forças da natureza: deviam reconhecer que era divino.
 
Oração
Senhor Jesus, por isso sois importante para mim, porque sois Deus, e podeis salvar-me de mim mesmo e do poder do mal. Muitos já me ensinaram muita cosa sobre o como viver certo, mas somente vós podeis dar-me a força de vencer o egoísmo, fazer o bem e abrir-me para o amor. Creio em vossa divindade, e coloco em vós toda a minha esperança. Só vós me podeis dar a vida nova. Amém.

LOCALIZE ABAIXO A REFLEXÃO DO DIA

 A reflexão seguinte supõe que você antes leu o texto evangélico indicado.

1 – Quarta-feira – Santo Afonso M. de Ligório

Evangelho (Mt 13, 44-46) “O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. ... O Reino dos Céus é como um comprador que procura pérolas preciosas.

“Reino dos céus” é o poder de Deus que oferece vida e salvação. Com duas comparações Jesus mostra como é importante a oferta divina, e qual deve ser nossa aceitação. Se Deus oferece-nos  a possibilidade de sermos seus filhos, e ter para sempre vida na felicidade total, então devemos deixar tudo para acolher sua misericórdia. Essa a decisão que devemos tomar continuamente na vida.

Oração

Senhor meu Deus, creio em vossas promessas e quero a salvação que me ofereceis. Acredito em vosso filho Jesus, e quero viver como ele ensinou. Tendo tantas coisas e oportunidades que me ofereceis, nada me deve afastar de vós. Com vossa ajuda, acima de tudo coloco o amor que me ofereceis. Ajudai-me a vos amar e servir de todo o coração, sempre na alegria e na vossa paz. Amém.

2 – Quinta-feira – Santo Eusébio de Vercelli

Evangelho (Mt 13, 47-53) “ ...todo mestre da Lei, que se torna discípulo do Reino dos Céus, é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas.”

Os discípulos, que compreenderam tudo que Jesus dizia, podem ser considerados como os rabis. Podem ensinar os caminhos da salvação. Conhecem as promessas e ensinamentos de Deus no passado, mas conhecem também a novidade do evangelho. Por isso são como um rico pai de família, que abre seu cofre e vai tirando coisas novas e velhas, todo o necessário para a vida da família.

Oração

Senhor Jesus, há tanta coisa que não conheço, nem imagino. Mas sou feliz porque vos conheço, e aprendi convosco um jeito novo de viver. É isso que mais importa, conhecer-vos e conhecer a verdade, o caminho e a vida nova que me ofereceis. Dai-me a sabedoria, ensinai-me a viver como vós, para poder também ensinar a outros que tudo pode ser muito bom, mas o melhor é vos seguir. Amém.

3 – Sexta-feira – São Nicodemos

Evangelho (Mt 13, 54-58) “Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria ... ? Então, de onde lhe vem tudo isso?”

Os conhecidos de Jesus em Nazaré admiraram a sabedoria de suas palavras, e não podiam compreender como um dos seus pudesse falar tão bem das coisas de Deus. Hoje ainda podemos admirar os ensinamentos de Jesus, mas o que ele espera de nós é mais que isso. Quer que o aceitemos como caminho, verdade e vida, luz, fonte de salvação. Quer que o aceitemos como o Filho de Deus.

Oração

Senhor Jesus, sois a mais perfeita realização do ser humano. Sois, porém, mais que isso. Sois o Filho de Deus, eterno, onipotente, misericordioso. Por vós e para vós tudo existe. Creio em vossa divindade, Senhor; eu vos adoro e ponho em vós toda a minha esperança. Não apenas nos ensinais uma bela doutrina, mas nos transformais interiormente e nos fazeis participantes de vossa vida. Amém.

4 – Sábado – São João Maria Vianney

Evangelho (Mt 14, 1-12) “A fama de Jesus chegou aos ouvidos de Herodes. Ele disse a seus servidores: – É João Batista, que ressuscitou dos mortos...”

Parece que a religião de Herodes era apenas um medo do desconhecido. Tinha medo que João Batista, que ele matara, pudesse voltar para se vingar. Por isso não tinha as condições mínimas para ouvir a mensagem de Jesus, que anunciava que Deus é pai, que nos ama e nos quer felizes; que nossa vida deve ser resposta de amor a esse Deus que nos amou por primeiro, gratuitamente.

Oração

Senhor Jesus, eu vos agradeço por me terdes libertado do medo e do pavor religioso. Sei que sou fraco e inclinado ao mal; reconheço que muitas vezes pequei. Mas acredito que vosso Pai é meu pai, que muito me ama, e quer a minha felicidade e a minha paz. Entrego-me em vossas mãos, sabendo que nada me pode fazer infeliz se eu for protegido por vós. Guardai-me em vosso amor. Amém. 

5 – 18º Domingo Comum – Santo Osvaldo

Evangelho (Jo 6,24-35) “Que devemos fazer para realizar as obras de Deus? Jesus respondeu: – A obra de Deus é que acrediteis naquele que ele enviou”

As pessoas que, depois da multiplicação de pães, tinham ido esperar Jesus em Cafarnaum, ouviram dele palavras severas: vocês me procuram não porque tenham compreendido o sentido do que aconteceu, mas porque comeram pão e mataram a fome. Imagino sinais de surpresa nos rostos. E o Mestre continuou: procurem pelo alimento da vida eterna. Todos, ou pelo menos muitos, compreenderam o que dizia; por isso perguntaram: “Que devemos fazer para realizar as obras de Deus?” Geralmente acontece o mesmo conosco. Inicialmente procuramos Jesus levados por uma necessidade, ou por algum sentimento mais ou menos confuso. Aos poucos, se nos deixamos levar por ele, a graça divina trabalha nosso interior, e leva-nos a perceber mais claramente a proposta que nos faz.

Oração

Senhor Jesus, ainda falta muito para eu compreender plenamente o sentido de vossa mensagem e de vossa oferta. Mas, pelo menos um pouco tenho avançado com a ajuda de vossa graça divina. E muito vos agradeço por isso; sou mais feliz, vivo mais tranquilamente, mas sempre desafiado a avançar mais. Continuai a me ajudar, Senhor. Não sei o que o futuro reserva para mim, e pode ser que minha vida se torne mais difícil. Preparai-me, então, para essas provações. Vejo que respeitastes meu ritmo de caminhada. Ensinai-me, também a mim, a respeitar a caminhada de meus irmãos, principalmente daqueles que, algum modo, dependem de mim. Que eu, em vez de criticá-los, procure ajudar seu avanço passo a passo para a vida eterna. Amém.

6 – Segunda-feira – TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR

Evangelho (Mc 9,2-10) “Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e levou-os sozinhos a um lugar à parte, sobre uma alta montanha.” 

Jesus chamou Pedro, Tiago e João, não porque fossem melhores ou mais dedicados que os outros. Chamou-os porque quis; só por isso. Tenho de me acostumar com esse jeito do Senhor. E agradecer e aceitar os convites que me faz, por pura bondade. Não devo envaidecer-me, nem julgar que sou incapaz. Com sua ajuda posso perfeitamente fazer tudo que me propõe e espera de mim. Amém.

Oração

Senhor Jesus, eu já devia ter aprendido que sois imprevisível, e escolheis quem bem entendeis. Às vezes fico surpreso  com a escolha que fazeis de mim, e com vossas propostas e sugestões. Quero, com vossa ajuda, aceitar sempre vossas convocações, não confiando em mim, mas em vossa misericórdia. Somente vos peço o favor: que me ajudeis a não ficar pensando que sou grande coisa. Amém.

7 – Terça-feira – São Caetano

Evangelho (Mt 14, 22-36) “A barca, porém, já longe da terra, era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário.”

Com sua narrativa Mateus queria passar uma mensagem para sua comunidade: a igreja é uma barca batida pela tempestade. Sem Jesus, não continuaria flutuando. Mas, com sua presença estará a salvo, e poderá levar a muitos a salvação. A história da Igreja foi sempre de muitas dificuldades. Geralmente por falta de amor. Ainda hoje. Peçamos que Deus nos dê unidade no amor e na verdade.

Oração

Senhor Jesus, hoje nós, vossa Igreja, vivemos momentos difíceis. Primeiro pelos desafios vida atual. Depois, porque às vezes nos desentendemos quanto ao que fazer. Alguns têm medo de qualquer mudança, outros não têm paciência para esperar. Aumentai em nós a caridade e a fé. Para permanecer no imutável, mudar o que precisa ser mudado, e manter sempre entre nós a fraternidade. Amém.

8 – Quarta-feira – São Domingos

Evangelho (Mt 15, 21-28) “Eis que uma mulher cananeia, vindo daquela região, pôs-se a gritar: “Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim...”

Jesus estava em terras de pagãos, de não judeus. À primeira vista parece que ele também pensava que a salvação era só para os judeus e para os que se unissem a eles. Diante da fé daquela pagã, ele atende seu pedido. E assim deixa claro que a salvação é para todos que acolhem o dom da fé. São muitos os não cristãos de boa vontade. Oremos por eles, pedindo que Deus os abençoe e aumente sua fé.

Oração

Senhor Jesus, são ainda muitos os que não vos conhecem, que não ouviram falar do modo de viver que nos ensinastes. Em parte, isso é culpa nossa. Perdoai-nos. E abençoai todos os que procuram de coração sincero o bem e a verdade. Ajudai-os a crescer no amor a Deus e aos irmãos. E cuidai também daqueles que ainda não se voltaram para vós. Iluminai e convertei seu coração. Amém.

9 – Quinta-feira – Santa Teresa B. da Cruz

Evangelho (Mt 16, 13-23) “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu.”

Essa palavra de Jesus lembram-nos uma verdade que não podemos esquecer: é de Deus que vem nossa salvação. Só iluminados por ele, só por sua graça e misericórdia podemos acreditar em Jesus. A fé que nos salva não é resultado de nossa sabedoria ou do esforço humano. E precisamos da graça divina também para continuar acreditando em Jesus e vivendo como ele nos ensinou. 

Oração

Senhor meu Deus, agradeço vossa misericórdia comigo, a fé e a caridade que colocastes em meu coração. Vós me colocastes num caminho  que me leva à felicidade,  e satisfaz todos os meus anseios. Aumentai em mim a fé e o amor. Sou muito fraco e volúvel. Preciso que continuamente me segureis no caminho da vida. E lembrai-vos também de todos que ainda não conhecem Jesus. Amém.

10 – Sexta-feira – São Lourenço

Evangelho (Jo 12,24-26) “Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas se morre, então produz muito fruto.”

Nessa pequena parábola, o grão de trigo é em primeiro lugar o próprio Jesus, que se entrega totalmente por nossa vida. Mas é também cada um de nós. Se quisermos ser felizes e fatores da felicidade para outros, temos de ser como o grão que desaparece na terra. Muitas vezes haverá sofrimento, será preciso renunciar, e em geral produzimos frutos na medida em que somos desconhecidos.

Oração

Senhor Jesus, agradeço por terdes sido grão de trigo enterrado para me dar vida. Bendito sejais por tudo que vivestes e sofrestes por mim. E ajudai-me, ensinai a aceitar ser grão de trigo enterrado e escondido pelo bem e salvação de meus irmãos. Ajudai-me nas pequenas e grandes ocasiões. E aumentai em mim a certeza que através de mim vós é que agis e garantis o resultado final. Amém.

11 – Sábado – Santa Clara

Evangelho (Mt 17,14-20) “Levei-o aos teus discípulos, mas eles não conseguiram curá-lo!”

Acho que quase todos já passaram por isso. Às vezes, depois de muito esforço, percebi que não conseguia ajudar no caminho de Jesus pessoas que me procuravam. A resposta de Jesus indica-me a razão: “Porque a vossa fé é muito pequena.” Não conseguimos ajudar o próximo porque nossa entrega a Deus, nossa união com ela ainda é muito pequena. Por isso não temos o que transmitir-lhe.

Oração

Senhor Jesus, aumentai então em mim a fé, minha entrega incondicional a vós, minha fidelidade em vos seguir. Há muitos que precisam de ajuda, e é através de mim que os quereis auxiliar. Fazei que não seja empecilho antes que apoio para eles. Dai-me um coração capaz de vos compreender e de partilhar das angústias de meus irmãos. Dai-me fé grande como um grão de mostarda. Amém.

12 – 19º Domingo Comum – Santa Joana Francisca de Chantal

Evangelho (Jo 6,41-51) “Em verdade, em verdade vos digo, quem crê, possui a vida eterna.“

A resposta de Jesus, aos que não o aceitavam, traz duas afirmações. Primeira, ninguém pode acreditar nele se não for levado pelo Pai. Segunda: crer nele é garantia de vida eterna. A mensagem de Jesus vai além de nossa ideia e de nossa compreensão humana. Em muitos casos vai até mesmo contra, opondo-se a nossas pretensões e desejos. Só o favor do Pai pode conquistar-nos, mudando nosso coração. Por outro lado, para nós não existe saída nem salvação se não acreditamos em Jesus, se não confiamos nele, se não nos entregamos a ele. Fé, entrega, confiança que se concretizam em nova maneira de viver, na aceitação de nos princípios, e não apenas numa aceitação emocional. Temos de viver de acordo com a vida nova que ele nos dá unindo-nos a si.

Oração

Senhor Jesus, o Pai teve misericórdia de mim, tirou-me do erro e do mal, e atraiu-me para vós. Ele seduziu-me, venceu todas as minhas resistências, mudou meu coração e minha vida. Só posso agradece tanto favor e tanta bondade, que eu não merecia. Estou convosco, Senhor, e quero seguir-vos sempre, vivendo como ensinais. Preciso de vossa ajuda para continuar firme em vosso seguimento, porque não é fácil, e são muitas as seduções que me rodeiam. Aumentai minha fé, aprofundai-a para que oriente a minha vida em todas as situações. Fazei que vos ame cada vez mais, e procure fazer sempre o que esperais de mim. Perdoai-me, porque muitas vezes já vos fui infiel. Não permitais que, depois de tanto amado, ainda vos deixe. Amém.

13 – Segunda-feira – Santo Hipólito

Evangelho (Mt 17, 22-27) “O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará”.

“E os discípulos ficaram muito tristes.” Penso que pelo fato de entender o que Jesus dizia sobre ser preso e morrer. Não entendiam, porém, o que queria dizer ao afirmar que haveria de ressuscitar. Nós também sabemos o que é viver, alegrar-se, sofrer e morrer. Mas não imaginamos como será nossa ressurreição. Apenas nos agarramos à promessa de Jesus. Ele garante que terá a vida eterna quem acreditar nele.

Oração

Senhor Jesus, os teólogos dizem muita coisa sobre nossa ressurreição para a outra vida. Mesmo assim não consigo saber como será. A fé não nos esclarece totalmente. Mas acredito que será muito melhor do que posso pensar. Será a realização de todas as vossas promessas, e a felicidade total na união com a Trindade e os irmãos. Ajudai-me a viver, para que possa viver para sempre. Amém.

14 – Terça-feira – São Maximiliano M. Kolbe

Evangelho (Mt 18,1-5.10.12-14) “Se um homem tem cem ovelhas, e uma se perde, não deixa as noventa e nove na montanha, para procurar a que se perdeu?”

Essa parábola de Jesus pode encher-nos de confiança esperançosa. Por maior que seja nossa fraqueza e indesculpável nosso pecado, Deus é bom, ele nos ama e quer nosso bem; quase podemos dizer que precisa de nós. E faz tudo para nos ter. Fico lembrando as oportunidades que me dá, as ajudas mesmo quando não peço. Diante de tanto amor e carinho, não posso continuar fugindo.

Oração

Senhor meu Deus, já fugi muito de vós, e aprendi que assim não posso ser feliz, nem fazer a felicidade dos outros. Sem dizer que fui muito ingrato para convosco, depois de tantos favores e sinais de amor. Perdoai-me, guardai-me junto de vós, e sabeis como o fazer, para que não vos deixe de novo. Quero estar convosco, mas sou muito volúvel. Ajudai-me, não quero correr o risco de vos perder. Amém.

15 – Quarta-feira – São Tarcísio

Evangelho (Mt 18,15-20) “Se dois de vós estiverem de acordo na terra sobre qualquer coisa que quiserem pedir, isto vos será concedido por meu Pai que está nos céus.”

Deus está sempre pronto a ouvir nossos pedidos, e os atende na medida em que são para nosso bem. A força da oração de cada um de nós é muito grande. Maior ainda quando oramos unidos pela caridade, pela concórdia com os irmãos. Isso mostra a importância da oração em comunidade, principalmente a oração litúrgica, como a missa, que é oração de toda a igreja da terra em união com a do céu.

Oração

Senhor meu Deus, acredito na palavra de vosso filho Jesus. E alegro-me por saber que estais pronto a me ouvir e me guiar pelo caminho do bem. Renovo minha confiança em vosso poder e em vossa misericórdia. Quero pedir sempre vossa ajuda. E quero unir-me mais frequentemente com meus irmãos na oração. Ensinai-nos a vos louvar, pedir o que precisamos, e a vos agradecer. Amém.

16 – Quinta-feira – Santo Estêvão da Hungria

Evangelho (Mt 18, 21-19,1) “Não devias ter compaixão de teu companheiro, como eu tive compaixão de ti?”

O ensinamento da parábola é claro: se Deus teve misericórdia e muito nos perdoou, temos também nós de perdoar ao irmão. Por mais que nos tenha ofendido, é muito maior nossa dívida com o Pai. O ensinamento de Jesus não se limita à obrigação de cada um; vale também para toda a comunidade Igreja. Temos de estar sempre prontos a acolher os que erraram, porque assim nos tratou o Senhor.

Oração

Senhor meu Deus, fostes para mim mais do que um pai. Já vos abandonei, e sempre me recebestes de volta misericordiosamente. Como se fosse o melhor dos filhos. Tendo sido tão perdoado, quero perdoar a meus irmãos. Mas preciso de vossa ajuda, pois muitas vezes meus sentimentos se rebelam. Só conseguirei perdoar se mudardes meu coração, dando-me um pouco de vossa misericórdia. Amém.

17 – Sexta-feira – Santa Beatriz

Evangelho (Mt 19, 3-12) “Alguns fariseus foram até Jesus, e perguntaram, para o tentar: – É permitido ao homem despedir sua esposa por qualquer motivo?”

Jesus não responde só sim ou não. Lembra que no princípio Deus criou homem e mulher e colocou-os num paraíso. Da felicidade planejada fazia parte também uma união entre eles pelo amor, a vida de casal. Por isso, respondeu, se Deus uniu um homem e uma mulher para serem felizes, não se deve destruir essa união. Se isso acontece, contraria-se o plano divino para a felicidade deles.

Oração

Senhor Jesus, quero louvar-vos pelo cuidado que tendes com a felicidade dos casais. Vós lhes colocastes no coração o amor que os levou à união, e estais sempre com eles para os manter no amor. Aumentai em seu coração o amor e a fidelidade, a capacidade de perdoar, e a alegria pela felicidade que lhes ofereceis. Curai as feridas dos que, por culpa ou não, sofrem com a separação. Amém.

18 – Sábado – Santa Helena

Evangelho (Mt 19, 13-15) “Levaram crianças a Jesus, para que impusesse as mãos sobre elas e fizesse uma oração.”

Pais e mães, talvez principalmente elas, que ficavam encantados com Jesus, seu jeito e suas palavras, levavam suas crianças até ele. Queriam que ele as abençoasse. Mas também queriam que elas conhecessem aquele mestre arrebatador. Sem dúvida seria muito bom para as crianças (e jovens) de agora se houvesse mais pessoas que as levem a conhecer Jesus e a acompanhá-lo.

Oração

Senhor Jesus, atraí para vós o coração de pais e mães, de todos nós. Ajudai-nos a vos conhecer e a viver como ensinais. Assim, na família, na igreja e na escola poderemos levar nossas crianças e jovens para vós. Não só com palavras, mas levando-as conosco em vosso seguimento. Abençoai, Senhor, nossas famílias, nossas igrejas e nossas escolas para sermos o que devemos ser. Amém.

19 – Domingo – ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

Evangelho (Lc 1,39-56) “De agora em diante todas as gerações me chamarão de feliz, porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor.”

No evangelho de Lucas, Maria responde a Isabel com um canto de louvor. Em suas palavras podemos destacar duas ideias: reconhecimento e alegria. Não nega nem esconde os grandes favores que recebeu de Deus. Sabe que foi privilegiada, que o Senhor fez grandes coisas em seu favor, que foi chamada para uma missão especial na salvação prometida. Podemos perceber também a alegria e a felicidade que tomam conta de seu coração, e a levam a cantar a bondade e a misericórdia de Deus. São duas lições que devemos aprender de Maria. Vamos reconhecer o muito que Deus fez em nós, todo o amor que demonstrou por nós. Vamos alegrar-nos com a vida nova que o Senhor nos deu, vamos viver felizes e contentes com o que recebemos e o que esperamos.

Oração

Senhor, seria uma ingratidão muito grande não me alegrar com todo o bem que me fizestes. Vós me destes a vida e tanta coisa nesta terra, e mais ainda me fizestes participante de vossa vida divina. Posso conhecer-vos e conhecer tanta coisa deste mundo. Porque me amais, posso amar-vos, amar tanta gente e também ser muito amado. Alegro-me com tantos bens que me destes, e vejo que, em comparação com eles, é muito pouco o que me falta ou me faz sofrer. Sou feliz e, para dizer a verdade, não posso reclamar de nada. Principalmente porque, além de tudo que já me destes, vós me prometeis ainda uma vida muito mais feliz no futuro, uma vida para sempre, na qual nada haverá de dor, sofrimento ou lágrima, mas apenas paz, harmonia e felicidade plena no amor. Amém.

20 – Segunda-feira – São Bernardo

Evangelho (Mt 19, 16-22) “O jovem disse a Jesus: – Tenho observado todas essas coisas. Que ainda me falta?”

Ao jovem que lhe perguntava que fazer para ter a vida eterna, Jesus lembrou os mandamentos. Quando ele pergunta “que me falta”, Jesus dá uma resposta que é para todos e não só para uns especiais: quem quer acolher perfeitamente o reino deve abandonar tudo que o impeça de seguir Jesus. Deve dar-lhe preferência sobre tudo e todos. O jovem foi embora porque não tinha coragem de o fazer.

Oração

Senhor Jesus, muitas vezes já ouvi essa vossa exigência de um amor absoluto e total. Reconheço que ainda tenho muitos apegos que me afastam de vós, e me impedem de vos seguir, como um peso que atrasa a caminhada. Só vós me podeis libertar de todas as amarras. Dai-me então a liberdade para que, seja qual for minha situação de vida, eu vos ponha sempre o primeiro lugar. Amém.

21 – Terça-feira – São Pio X

Evangelho (Mt 19, 23-30) “E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus.” 

É impossível um camelo passar pelo buraco de uma agulha. Também é impossível entrar no reino do céu quem é rico, e se sente suficiente, põe sua felicidade última nas coisas, no poder, na fama... em tudo que não o pode fazer feliz. Não se trata de deixar a felicidade terrena para ter a celeste. Trata-se de deixar a felicidade enganosa, para abrir-se à oferta da felicidade verdadeira. A do reino.

Oração

Senhor Jesus, não vou dizer com Pedro que deixei tudo para vos seguir. Porque acho que ainda não o consegui totalmente. Tento, mas muitas vezes  me deixo prender e seduzir. Peço vosso perdão, e que me ajudeis a vos colocar em primeiro lugar, ainda que seja aos poucos. Creio que só em vós posso encontra resposta para minha sede e minha fome de felicidade. Arrastai-me, Senhor. Amém.

22 – Quarta-feira – Nossa Senhora Rainha

Evangelho (Lc 1,26-38) “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. O menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus.”

A Trindade criou-nos para sermos participantes de sua vida divina. E no seu amor infinito quis que participássemos de sua vida divina por nossa união vital com o Filho de Deus encarnado. No tempo previsto, o Filho de Deus fez homem, nasceu de Maria, para ser fonte de vida divina para toda a humanidade, para os que existiram desde o começo e todos que viverem até o final dos tempos.

Oração

Senhor, eu vos louvo e bendigo por Maria de José, a melhor de todos nós, que escolhestes para mãe de vosso Filho humanado. E hoje eu vos quero pedir um grande amor por ela, que está sempre pronta a interceder por nós. Ela foi a primeira e a mais fiel discípula de Jesus; quero imitar o exemplo de sua vida, para mais corresponder a tantas graças e dons que me concedestes. Amém.

23 – Quinta-feira – Santa Rosa de Lima

Evangelho (Mt 13,44-46) “O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. ... também é como um comprador que procura pérolas preciosas.”

Com duas comparações Jesus fala-nos da importância de nos abrir ao reino, de o procurar a todo custo. É tesouro, é pérola preciosa porque nos oferece a oportunidade de sermos felizes agora e por toda a eternidade. Por isso mesmo, para conseguir a salvação no reino de Deus temos de deixar tudo que nos possa impedir, temos de fazer todos os esforços para viver como o Senhor ensina.

Oração

Senhor Jesus, creio que me ensinais a verdade sobre mim mesmo e sobre a vida que o Pai me oferece. O que me prometeis é vida, felicidade, salvação. O que eu quero. Preciso, então, tudo fazer para não perder essa oferta que me fazeis. Para vos seguir, muitas vezes terei de fazer escolhas. Ajudai-me a fazer sempre a escolha certa, ainda que isso exija muita fé e muita renúncia. Amém. 

24 – Sexta-feira – São Bartolomeu, Apóstolo

Evangelho (Jo 1,45-51) “Natanael disse: – De Nazaré pode sair coisa boa? Filipe respondeu: – Vem ver!”

A primeira reação de Natanael foi motivada por preconceito. Mas ele teve coragem de ir pessoalmente ver e ouvir Jesus. O contato pessoal com o Mestre mudou sua vida. Jesus não é uma figura do passado, uma ideia, uma doutrina. Não podemos conhecê-lo pelos textos, mas só pelo contado, pela convivência pessoal. Se o procuramos, nós o encontraremos e ele nos conquistará pelo amor.

Oração

Senhor Jesus, pelo menos um pouco já vos conheço. Mas preciso aprofundar esse conhecimento para mais vos amar, e mais vos amar para mais vos conhecer. Venho a vós, porque foi vossa a iniciativa de chamar-me para vos encontrar. Quero ficar convosco, quero seguir vossos passos e assimilar vosso jeito de viver. Arrastai-me, então, para vós, prendei-me para que nunca vos deixe. Amém.

25 – Sábado – São Luís de França

Evangelho (Mt 23, 1-12) “Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. Não deixeis que vos chamem de guias...”

Os doutores da lei eram chamados de mestres, guias e pais; e com isso se alegravam. Mateus lembra a sua comunidade o modo de pensar de Jesus. Os ministros da igreja não devem impor-se, procurar honras e poder. Se querem ser importantes, devem estar a serviço de todos. Será bom lembrar que a palavra de Jesus se aplica a  todos nós que, de algum modo, temos responsabilidades.

Oração

Senhor Jesus, somos sempre tentados a nos impor, mandar, dominar; seja na família, na comunidade, em qualquer situação. Gostamos do poder e das honras. Ajudai-me a não cair nessa tentação, e perdoai-me as vezes em que me deixei levar pela vaidade e pelo orgulho. Ensinai-me a não procurar impor minha vontade, mas abrir espaço a todos na procura do melhor caminho para nós. Amém.

26 – 21º Domingo Comum – Santa Joana Isabel

Evangelho (Jo 6, 60-69) “Jesus disse aos doze: – Vós também quereis ir embora? Simão Pedro respondeu: – A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna.”

João fala-nos Jesus que se apresenta como o salvador enviado por Deus, único salvador e esperança para todos. Ele apresentou-se como nunca ninguém o fizera antes. É o pão que dá vida, só ele pode matar a fome e a sede de salvação, Deus confiou todos a ele para que os salve, desceu do céu, ele é que pode dar a ressurreição, por isso todos que querem salvação devem crer nele e aceitá-lo como único salvador. Foi diante disso que muitos que o seguiam disseram: “Essa palavra é dura. Quem consegue escutá-la?” E muitos o deixaram. Também a nós Jesus diz o que disse aos doze: “Vós também quereis ir embora?” Não podemos fugir da pergunta, temos de decidir. Ou o aceitamos como Deus salvador, ou não tem sentido ser seu discípulo.

Oração

Senhor Jesus, não, não vos quero deixar, mas sim ficar convosco até o fim. Creio em vós, confio em vós, entrego-me a vós, sois minha única esperança, meu Senhor e meu Deus. Aumentai em mim o dom da fé, para que mais intimamente vos conheça e reconheça, e me deixe possuir por vós na participação da mesma vida. Eu vos escolho, eu quero amar-vos antes e acima de tudo e de todos. Fortalecei os laços que me unem a vós, aumentai meu amor por vós, para que nunca vos deixe. Espero que me haveis de ajudar nas dificuldades, matando minha sede e minha fome de salvação. Sois o pão da vida, quero que me assimileis a vós, para que possa participar de vossa ressurreição, da vida nova para sempre, na plenitude da união, da felicidade e da paz. Amém.

27 – Segunda-feira – Santa Mônica

Evangelho (Mt 23, 13-22) “Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. Vós, porém, não entrais, 14nem deixais entrar aqueles que o desejam.”

Jesus falava aos mestres da Lei e fariseus, fechados em suas ideias e cheios de confiança em sua sabedora e em sua justiça. Essas palavras têm de incomodar também a nós. Vejamos se, com nossas ideias, nossas interpretações, nossas tradições, devoções e costumes não estamos criando obstáculo para os que procuram a verdade e a salvação. Não devemos fechar portas que Deus abriu.

Oração

Senhor Jesus, preciso que me abrais o coração e aumenteis minha fé, para abraçar vosso jeito de pensar e de viver, e ajudar outros a vos conhecer e seguir. Não deixeis que meu apego a minhas ideias e a minhas interpretações afaste os que procuram salvação. Que eu não exija deles mais do que vós mesmo exigis. Fazei-me firme na fé, para não restringir a liberdade que nos deixastes. Amém.

28 – Terça-feira – Santo Agostinho

Evangelho (Mt 23, 23-26) “Pagais o dízimo da hortelã, ... e esqueceis os ensinamentos mais importantes da Lei, como a justiça, a misericórdia e a fidelidade.”

Mesmo sem chegar à hipocrisia, corremos o risco de dar muita importância a algumas coisas secundárias e menos às realmente importantes e decisivas. Não seria difícil multiplicar os exemplos, seja na vida pessoal, familiar, social ou religiosa. Preciso estar sempre atento, pois, com minhas palavras e exemplos, posso levar outros pelo mesmo caminho. Vou concentrar-me no que importa.

Oração

Senhor Jesus, fostes muito duro com os fariseus, suas falsidades e hipocrisias. Facilmente posso seguir o exemplo deles, e pregar o evangelho sem o seguir na vida. Por isso preciso de vossa ajuda para examinar minha vida, ver as ideias que me guiam, e o que devo corrigir.  Dai-me um coração sábio e misericordioso, que seja compreensivo não imponha a ninguém fardos desnecessários. Amém.

29 – Quarta-feira – Martírio de São João Batista

Evangelho (Mc 6,17-29) “Herodes mandara prender João, e colocá-lo acorrentado na prisão. Fez isso por causa de Herodíades...”

O fato mostra a ambiguidade, a fraqueza e a paixão insensata do rei. Admirava João, gostava de ouvi-lo, ficava perturbado com suas palavras, mas não tomava uma decisão. Cego pela paixão, fez um juramento tolo e mandou matar o profeta. É certo que iremos falhar em nossa vida se não temos ideias claras e objetivos firmes, se não desenvolvemos a força necessária para resistir às paixões.

Oração

Senhor, tenho dó de Herodes e de tantos que andam sem rumo na vida. E sei que, se não fosse vossa bondade, eu também não saberia como viver para ser feliz. Agradeço as boas oportunidades que me destes, e peço que me ajudeis a aproveitá-las. E quero hoje pedir por todos que ainda não vos conhecem, nem sabem que fazer. Tende misericórdia deles, trazei-os para junto de vós. Amém.

30 – Quinta-feira – Santo Adauto

Evangelho (Mt 24, 42-51) “Ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor.”

Mateus fala da nova e última vinda do Senhor, quando chegar ao fim o projeto de salvação que Deus traçou para nós. Não sabemos quando será, mas devemos estar preparados. E podemos também entender essa vida do Senhor como sendo suas diversas vindas durante nossa vida. Precisamos viver atentos, para perceber o que nos propõe. Principalmente quanto a sua vinda em nossa morte.

Oração

Senhor meu Deus, creio que quereis a salvação de toda a humanidade; e isso se manifestará plenamente quando chegar o dia final. Poderemos ver como sois justo, bom e misericordioso. Neste agora de minha vida, ajudai-me a viver sempre convosco, atento aos sinais que me fazeis. Quero andar sempre em vosso caminho, para que, quando chegar minha última hora, ela seja de paz. Amém.

31 – Sexta-feira – Santo Aristides

Evangelho (Mt 25,1-13) “O Reino dos Céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo.”

Inicialmente essa parábola referia-se às possíveis atitudes diante da chegada do reino, da chegada da salvação. Podemos ser prudentes e sábios como as jovens que levaram reserva de óleo, ou descuidados que não percebemos que o Senhor nos oferece salvação. Uma e outra atitude são decisivas, e têm consequências para sempre. Temos de estar atentos às passagens de Deus que nos convida.

Oração

Senhor Jesus, mais vezes dizeis que devemos estar atentos para acolher a salvação. Para aproveitar todos os impulsos com que nos levais para o bem, para acolher todos os vossos favores e graças. É isso que vos peço. Facilmente me deixo levar pela rotina e, no meio de tanto ruído, não escuto o que me dizeis. Quero estar sempre preparado e não perder nenhuma de vossas graças. Amém.

 

POR QUE NÃO SEU FILHO?

 
Dia quatro é a festa de S. João Vianney, pároco humilde de pequeno povoado, e que mesmo assim foi um foco de salvação para muitos.
Isso nos lembra a importância desses servidores da Igreja, e como faltam homens que se coloquem a nosso serviço. Houve tempo em que o padre tinha prestígio; hoje nem tanto. O ministério não promete nem fama, nem vantagens.
Talvez por isso há pais e mães que nem imaginam, nem gostariam que seu filho pudesse escolher esse caminho. Até rezam pedindo que Deus chame muitos para o ministério; mas que deixe seus filhos seguir outros caminhos, mais brilhantes e mais rendosos.
Que você diria se seu filho, ou seu neto falasse em ser padre? Não sei a resposta, mas deixo mais uma pergunta: Por que não seu filho ou seu neto?
 
    

Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista

flcastro@redemptor.com.br