Vivências - De perto @ De longe

Nº 2329 13/ 11/ 2016 

10629. Evangelho de domingo 33º -tc- (13-11-2016) - Ml 3, 19-20ª; Sl 97; 2Ts 3, 7-12; Lc 21, 5-19 - Visão do futuro - Algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: “Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?” Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: “Sou eu!” e ainda: “O tempo está próximo!” Não sigais essa gente! Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”. E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu. Antes, porém, que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. Todos vos odiarão por causa do meu nome. Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida! 

 

Recadinho: - A vida está difícil? - Aproveito a ocasião que Deus me dá para dar um bom testemunho, o de quem sabe viver na paz de Deus mesmo em meio a sofrimentos? - Diante das provações da vida, que significam para mim: paciência, constância, coragem, confiança em Deus, perseverança e firmeza? - Peço a Deus a graça de se forte em meio às contrariedades? - Diante das angústias da vida confio em Deus e procuro fortalecer minha esperança e fé? 

 

10630. Que a onda boa que veio do Papa Francisco continue! - “Espero que esta onda boa que veio do Papa Francisco, este amor, o colocar os pobres no centro da Igreja, continue. Acredito que a ideia do Papa seja que cada um de nós pode fazer alguma coisa pelos pobres, mesmo que pouco. Acredito que a Igreja e todos nós que fazemos parte dela somos chamados a ajudar os pobres que encontramos pelas ruas. Ninguém pode ficar de fora, cada um deve assumir sua própria responsabilidade! O Papa nos ensina sempre que o ser humano não tem problema somente material. Muitas vezes nos esquecemos que fazem parte da Igreja e que possuem também necessidades espiritais! Acredito que, em relação ao Papa, a expectativa seja de caráter espiritual. Penso que o Papa sabe tocar os corações dos pobres quando diz: “Vocês são importantes para nós Igreja! Vocês são Igreja, os preferidos de Deus!” Temos ainda de compreender muito o que significa ser pobre!” (Carlo Santoro, representante da Comunidade de Santo Egídio, em 08 de novembro de 2016). 

 

10631. Festival de Música e Arte em homenagem a Madre Teresa - Dedicada à “Santa do Ano da Misericórdia”, Madre Teresa de Calcutá, a 15ª edição do Festival Internacional de Música e Arte Sacra realiza-se de 16 a 21 de novembro de 2016, em Roma. Realizado tradicionalmente nas basílicas e igrejas da capital italiana, o evento deve acolher 800 artistas do mundo inteiro. Presença confirmada da Filarmônica de Viena e estreia da Orquestra do Teatro ala Scala de Milão, regida por Christoph Eschenbach. “A presente edição do Festival tem um grande significado, não só pelo fato de a Madre ter sido a personificação da misericórdia do século passado, mas também porque será no futuro", diz o Cardeal Angelo Comastri, Arcipreste da Basílica Papal de São Pedro, acrescentando que Madre Teresa também amava muito a música, pois quando era jovem, integrou o coral da sua paróquia em Skopje, na Macedônia. Serão 10 eventos, com 21 solistas e 7 maestros. A programação tem início no dia 16 de novembro de 2016, na Basílica de São Pedro, com apresentação da orquestra Filarmônica japonesa dell'Illuminart, regida por Tomomi Nishimoto, que apresentará a obra de Mozart, “Messa dell’Incoronazione K317”. No dia 18 de novembro/2016, a apresentação será em memória das vítimas do terremoto que atingiu o centro da Itália. Três corais alemães e russos, sob regência de Leo Kraemer, apresentarão a “Missa da Requiem K 626”, também de Mozart, na Igreja de Santo Inácio de Loyola.

 

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR