29 – Sábado – Santos: Catarina de Sena 
 
Evangelho (Jo 6,16-21) “Os discípulos tinham remado uns cinco quilômetros, quando viram Jesus, andando sobre as águas e aproximando-se da barca.”
 
Vendo a multiplicação dos pães, o povo queria aclamar Jesus como rei, mas ele retirou-se para o alto do monte. Depois, à noite, andando sobre as águas, ele alcançou a barca dos discípulos. Queriam fazê-lo rei, mas ele era muito mais do que isso. Mostrou aos discípulos que não era um simples homem, mas alguém muito maior, acima das forças da natureza: deviam reconhecer que era divino.
 
Oração
Senhor Jesus, por isso sois importante para mim, porque sois Deus, e podeis salvar-me de mim mesmo e do poder do mal. Muitos já me ensinaram muita cosa sobre o como viver certo, mas somente vós podeis dar-me a força de vencer o egoísmo, fazer o bem e abrir-me para o amor. Creio em vossa divindade, e coloco em vós toda a minha esperança. Só vós me podeis dar a vida nova. Amém.

 reflexão seguinte supõe que você antes leu o texto evangélico indicado.

 

23 – Quarta-feira – Santos: Rosa de Lima, Zaqueu, Tiago de Bevagna

Evangelho (Mt 13,44-46) “O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo.”

O tesouro está escondido no campo, enterrado, talvez bem fundo. Para alguém o encontrar, precisa procurar aqui e ali, precisa cavar mais de um buraco. Não podemos encontrar o Reino, o favor de Deus, se não o desejamos, nem o buscamos com vontade, se não nos damos ao esforço de cavar. E não podemos desejá-lo nem procurar, se Deus não sair antes a nos procurar e a nos achar.

Oração

Senhor meu Deus, vós me procurais muito mais do que vos procuro. De vós me vem o desejo de vos encontrar, conhecer e amar. Vossa é a iniciativa do primeiro passo, da sedução e da conquista. Só tenho de vos agradecer e me deixar encontrar. Aumentai meu desejo por vós, minha necessidade, para que vos procure sempre de novo, para ir ao vosso encontro e deixar-me conquistar. Amém.

24 – Quinta-feira – Santos: Bartolomeu, apóstolo, Emília, Maria Micaela

Evangelho (Jo 1,45-51) “Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei, e também os profetas: Jesus de Nazaré, o filho de José.”

Filipe foi chamado por Jesus para ir com ele. Ficou com o Mestre, conheceu-o, acreditou que era o enviado de Deus. Mas não ficou tranquilo. Sentiu-se logo obrigado a procurar seu amigo Natanael, para o levar a Jesus. Se de fato encontramos Jesus, se ele deu resposta a nossas perguntas, isso nos mudará, e sairemos logo a anunciar aos outros nossa descoberta da salvação procurada.

Oração

Senhor Jesus, creio que sois o salvador que nos pode libertar da infelicidade e fazer-nos filhos de Deus. Encontrar-vos foi o que de melhor me poderia acontecer. Não posso guardar só para mim a salvação. Quero anunciar a todos que sois o salvador esperado. Ensinai-me como o devo fazer e de que jeito falar. Mas preciso que me ajudeis a viver de modo que todos vejam como sois bom. Amém.

 

25 – Sexta-feira – Santos: Luís de França, José de Calazans, Patrícia

Evangelho (Mt 22,34-40) Então eles se reuniram em grupo, e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo: Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?”

Podemos apresentar de um modo diferente a pergunta dos fariseus: Qual a vontade de Deus a nosso respeito? Ou, em que consiste a felicidade que Deus nos oferece? A resposta de Jesus é clara: Deus quer nosso amor a ele e ao próximo. E a felicidade, a salvação que ele nos oferece consiste em amá-lo e ao próximo. Nesses dois amores está o sentido de toda a revelação divina à humanidade.

Oração

Senhor meu Deus, acredito em vós, e aceito a salvação que me ofereceis. Vós me amais e quereis minha felicidade, que consiste em minha união convosco, agora e para sempre. Ajudai-me a vos amar, colocando-vos em primeiro lugar em minha vida, seguindo sempre o caminho que me ensinais. Agradeço a possibilidade de viver em paz com meus irmãos e irmãos, unidos no amor. Amém.

 

26 – Sábado – Santos: Joana Isabel, Zeferino, Isabel Richier

Evangelho (Mt 23,1-12) “Nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 

No tempo de Jesus e na comunidade de Mateus havia, como sempre e ainda hoje, os que procuram títulos honrosos e postos de destaque. Que isso aconteça na sociedade, já é ridículo ou triste. Mais ainda se isso acontece em nossa comunidade cristã. Somos todos iguais, e o que importa de fato é nossa capacidade de ajudar e servir aos irmãos na família, na comunidade, em tudo e sempre.

Oração

Senhor Jesus, tenho de pedir perdão, porque muitas vezes me deixei levar pela vaidade e pela vontade de mandar. Preciso aprender a colocar todas as minhas possibilidades a serviço dos irmãos, sem lhes impor minha vontade, mas apenas tentando ajudá-los a escutar em tudo a vontade do Pai. Guiai nossa pequena comunidade e a grande Igreja, para sermos uma  comunidade de irmãos. Amém.

 

UM CANTOR DE MARIA

Em 1750, na Itália, Santo Afonso Maria de Ligório publicou um livro, um dos mais lidos sobre Nossa Senhora: “As glórias de Maria”. Era o resultado de longos anos de oração e de pregações sobre a mãe de Jesus. Afonso fala do quanto Maria foi amada e agraciada por Deus, e de seu poder ao interceder por nós. Mas, principalmente nos convida a imitar sua vida e suas virtudes.

Leva-nos a admirar Maria e a amá-la, a ter confiança em seu poder junto de Jesus. Ensina uma devoção esclarecida, baseada na fé. Devoção sem sentimentalismos, mas também sem a frieza estéril do intelectualismo árido. Devoção que nos leva a ver em Maria a mãe que Jesus nos deu na cruz, mas também a irmã que, como nós, tudo recebeu da graça misericordiosa de Deus.

    

Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista

flcastro@redemptor.com.br