Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo - Corpus Christi.

01/06/2015 11:58

 

Na quinta-feira, dia 04 de junho, a Igreja Católica celebra a  Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo - Corpus Christi.

 

   A Celebração de Corpus Christi recorda a Instituição da Eucaristia, na Quinta-feira Santa, quando Jesus, sabendo que iriam matá-lo, quis comer a Páscoa com seus apóstolos. Durante a ceia, Jesus tomou o Pão e o Vinho, os abençoou e deu aos seus discípulos, selando definitivamente a aliança de Deus com a humanidade através do seu corpo que seria entregue e do seu sangue que seria derramado. É um convite à manifestação da fé e devoção a este Sacramento de piedade, sinal de unidade, vínculo de caridade. Um dia especial para festejar a presença viva de Jesus Ressuscitado na Eucaristia não foi iniciativa da hierarquia da Igreja. Em 1208, na Diocese de Liègé (atualmente a Bélgica), a monja Agostiniana, Juliana de Mont Cornillon, observando a lua cheia, viu uma mancha escura e recebeu a revelação de Cristo de que aquela mancha era a ausência no calendário de uma festa especial em honra da eucaristia. Recebeu, também, o encargo de promover essa festa. Somente em 1240, o Bispo de Liègé, Roberto, promulgou um decreto estabelecendo a festa em sua diocese, para ser celebrada no segundo domingo depois de Pentecostes. Em 1251 o delegado papal Cardeal Hugues de Saint-Cher inaugurou a festa em Liègé. Daí em diante, a festa passou a ser celebrada na quinta-feira depois da oitava de Pentecostes. Em 1264, o Papa Urbano IV estendeu a celebração a toda a Igreja. A festa só encontrou lugar seguro no calendário, tornando-se uma das mais populares, 50 anos depois, quando o Papa Clemente V confirmou o decreto de seu predecessor e João XXII o publicou em 1317. A prática das procissões vem do ano de 1279, em Colônia, imediatamente seguida por outras igrejas. A hóstia consagrada era levada pelas ruas e campos, uma homenagem pública a Cristo presente no sacramento. A Celebração retoma, também, a Campanha da Fraternidade, que este ano teve como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e como lema “Eu vim para servir”(cf. Mc 10,45).

Fonte: Boletim da Arquidiocese de Campinas - SP

Voltar