Reascendendo a chama da Fé

15/01/2016 09:42

BOM DIA! Lembrando alguns compromissos, exercitando o coração: desanimar, jamais! Reacendendo a chama da fé! Vamos que vamos! “Sempre há caminhos. A questão é: o quanto você está disposto a caminhar?” Viver é colocar-se a caminho. Caminhos longos, caminhos curtos. Caminhos tortuosos, pedras no caminho. Caminhos maravilhosos. A diversidade de caminhos desafia, convida, desacomoda. Como faz bem caminhar, mesmo que, às vezes, não se saia do lugar. É possível fazer quilômetros, sem dar um passo se quer. Essa movimentação ajuda a alargar os horizontes. Quem caminha sempre leva algo consigo. Afinal, quem faz o caminho é o caminheiro. Na bagagem vai parte do que se acredita. Dependendo das convicções, o caminho pode alcançar o infinito. O importante é saber que se há vida, é necessário caminhar. Feliz do caminheiro que não abre mão da espiritualidade. Sem ela, os dias parecem monótonos. Através da espiritualidade, as paisagens, ao longo do caminho, tornam-se verdadeiros cenários que dispensam espetáculos. Você está disposto a caminhar? Não perca tempo. A primeira viagem, a melhor, talvez, seja para dentro de você mesmo. Percorrer a interioridade faz um bem enorme. Trata-se de uma caminhada em busca da paz e da harmonia. Poucos permitem uma experiência, tendo como referência a interioridade. É muito cansativo viver somente na exterioridade. Assim como se busca uma sombra para os dias de sol forte, os passos necessitam de refúgio. No mais profundo do ser, há um espaço de aconchego, onde a vida se restabelece. Quando as energias se refazem, a disposição para continuar a caminhada alcança outros patamares. No entanto, a disposição para caminhar não é uma imposição. Você deve saber quanto está disposto andar. Não adianta esperar para ver se aumenta a vontade de caminhar. Reúna motivos para continuar acreditando que vale a pena permanecer em movimento, caminhando de todos os jeitos, principalmente para dentro de si mesmo. Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraço!

 

Voltar