Multidão acolhe Imagem de Fátima no Santuário Nacional

18/05/2014 00:53

O Cardeal Arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno Assis presidiu a missa solene de acolhida da Imagem de Nossa Senhora de Fátima, vinda de Portugal para o Santuário Nacional, neste sábado (17). Uma multidão acompanhou a celebração com devoção e carinho a Virgem Maria. 

A Celebração Eucarística foi concelebrada pelo Bispo de Leiria-Fátima, dom Antônio Augusto dos Santos Marto, pelo Bispo Auxiliar de Aparecida, dom Darci Nicioli, pelo Reitor do Santuário Nacional, padre Domingos Sávio da Silva, pelo reitor do Santuário de Fátima, padre Manuel Cabecinhas, além de inúmeros padres, diáconos, religiosos e fiéis romeiros.

No Santuário Nacional esteve presente ainda uma comitiva vinda de Portugal, representantes de entidades luso-brasileiras, entre outras autoridades.

missa_solene_de_acolhida_da_imagem_de_fatima_foto_thiago_leon_20_001

Pelo corredor entrou a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, que foi acolhida no Altar Central, à sua frente, uma coreografia exaltava os Estados brasileiros, enquanto era cantado o hino ‘À treze de Maio’.

Na acolhida, o cardeal destacou a bênção especial que representava a presença permanente da réplica da Imagem de Fátima venerada na Capela das Aparições, para a Casa da Mãe Aparecida. “Fátima tem uma grande relação com Aparecida”, disse dom Raymundo. Essa relação o cardeal destacou a partir de diversos elementos vivenciados na história dos dois santuários.

“Fazemos votos que essa relação, que a presença da Imagem de Fátima, que é sempre a mesma Mãe invocada por milhares de filhos no mundo, que é a nossa Mãe, que ela nos faça todos, seus devotos, cada vez mais discípulos e missionários de Nosso Senhor Jesus Cristo, ela que é Mãe, que é a verdadeira discípula e missionária”.

Nesse momento, também dom Antonio Marto tomou a palavra, e frisou a alegria de estar no Santuário Nacional e trazer a Imagem de Fátima. Agradeceu a acolhida que recebeu. Para ele foi uma acolhida “tão filial e tão entusiasta que ficará para sempre gravada no íntimo do coração. Verdadeiramente, foi algo surpreendente e admirável, mostra como é admirável a vossa fé e o vosso amor à Mãe Santíssima”, disse o bispo.

Na homilia, dom Damasceno, acolheu a Imagem de Fátima no Santuário de Aparecida. “Acolhemos com profunda gratidão e devoção a bela e veneranda Imagem cópia autêntica da Virgem de Fátima oferecida ao Santuário Nacional de Aparecida”.

E citando os jubileus de 2017, disse: “Faço votos que as celebrações desses jubileus sejam um verdadeiro ‘kairós’, um tempo especial da misericórdia de Deus, da sua bondade e ternura, e um tempo de conversão e oração para todos os peregrinos que visitarão esses dois santuários”, sublinhou o cardeal.

Dom Damasceno adiantou que em 2015 espera poder “retribuir essa visita fraterna” e levar a Imagem de Aparecida para ser entronizada também naquele santuário mariano.

“Que Maria seja esse caminho, que ela nos conduza a esse verdadeiro e único caminho que é Jesus Cristo”, enfatizou. Por fim, o cardeal pediu para que a Virgem Maria favoreça a sua paz e um “mundo de concórdia, onde as pessoas se amem e se respeitem como verdadeiros filhos”.

Momento significativo na celebração, a procissão das oferendas, trouxe representada a memória do encontro da Imagem de Aparecida no Rio Paraíba do Sul e das aparições de Fátima aos três pastorzinhos, expressando a união de duas histórias de fé e devoção à Mãe de Jesus. 

Ao final, todo o povo foi convidado a rezar essa oração de Consagração a Nossa Senhora de Fátima:

Consagração a Nossa Senhora de Fátima

Voltar