Convocação para o Jubileu de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

21/05/2015 13:34

Roma, 26 de abril de 2015

No. Prot. 0000 073/2015

“A seguir Jesus disse ao discípulo: ‘Eis aí tua mãe’.

E desde aquela hora o discípulo a acolheu em sua casa”. (Jo 19,27)

Queridos co-irmãos, irmãs, leigos associados e amigos!

O dia 26 de abril do próximo ano de 2016 será caracterizado por ser o 150º. aniversário da restauração do culto publico ao ícone de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro na igreja de Santo Afonso, em Roma. Como sabem, os missionários redentoristas comemorarão este evento através de um tríplice processo celebrativo; da preparação e celebração propriamente dita do jubileu, dos renovados esforços em nosso trabalho evangelizador, e da contínua promoção da devoção a Nossa Mãe do Perpétuo Socorro. A Comissão Central para a celebração do jubileu já começou seus trabalhos e iniciou contatos de coordenação com pessoas e Comissões criadas pelas Conferencias, (V) Províncias e Regiões.

Pela presente, convoco oficialmente o Ano Jubilar que terá inicio no dia 27 de junho deste ano de 2015, com a festa de Nossa Mãe do Perpetuo Socorro, e que se prolongará até 27 de junho de 2016, festa igualmente de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro.

O texto de João, citado antes, foi tirado da passagem evangélica que se proclama na festa de N. Mãe do Perp. Socorro. Durante este ano jubilar recordamos , mais uma vez, que estamos chamados a seguir o exemplo do discípulo amado: acolher Maria, Mãe do Perpetuo Socorro, ‘em nossa própria casa’ como a acolhemos na igreja de Santo Afonso em Roma!

Restauração do culto publico ao ícone.

Durante trezentos anos, o ícone de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro foi venerado na igreja de S. Mateus, em Roma. Em 1798, quando Roma caiu debaixo das forças invasoras, o convento e a igreja de S. Mateus foram destruídos, e o ícone levado ao convento dos agostinianos de ‘Santa Maria em Posterula’ colocado numa capela particular.

A pedido do Padre Nicolau Mauron, superior Geral dos Redentoristas, o beato Papa Pio IX entregou o ícone aos redentoristas no dia 11 de dezembro de 1865 para que sua veneração pública fosse restaurada na igreja de Santo Afonso, construída sobre o mesmo terreno que antigamente ocupara a igreja de S. Mateus. Ao confiar o Ícone aos cuidados do Pe. Mauron e aos missionários redentoristas, o Papa Pio IX pediu que “A tornássemos conhecida no mundo inteiro”.

No dia 26 de abril de 1866, depois de uma esmerada restauração do ícone, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi levada com uma procissão solene até a igreja de Sto. Afonso em Roma. A partir desta data, uma constante e crescente devoção a Maria sob a invocação do ‘Perpétuo Socorro’ foi se desenvolvendo não só em Roma, mas também em todo o mundo.

Ações celebrativas do ano jubilar em Roma:

Durante este Ano Jubilar, vão acontecer no Santuário de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro, na igreja de Sto. Afonso em Roma, três importantes ações celebrativas:

1º. A inauguração oficial do Ano Jubilar.

Durante os dias 27 e 28 de junho deste ano de 2015, teremos a celebração da Abertura Oficial do Ano Jubilar. Na noite do sábado do dia 27 de junho, festa própria de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro, os missionários redentoristas terão na igreja de Sto. Afonso a celebração do início do Ano Jubilar mediante uma eucaristia e uma vigília de oração diante do ícone original.

Na tarde do domingo, dia 28 de junho, domingo, celebraremos a tradicional festa solene na igreja de Sto. Afonso com uma eucaristia seguida de procissão de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro pelas ruas do bairro.

2º. Restauração do culto público ao Ícone.

No dia 26 de abril de 2016 celebraremos na igreja Sto. Afonso, através de uma solene eucaristia diante do ícone original, o 150º. aniversário da restauração do culto público a este ícone de amor.

3º. Solene encerramento litúrgico do Ano Jubilar.

Durante o fim de semana de 25 e 26 de junho de 2016, celebraremos na igreja Sto. Afonso, em Roma, o encerramento do Ano Jubilar. Esta celebração coincidirá com as ações próprias da festa de Nossa Mãe do Perpéto Socorro que incluem a tradicional procissão pelas ruas próximas do Santuário.

À medida que se vão aproximando as datas dar-se-á a conhecer novos detalhes sobre essas ações.

Convidamos as (V) Províncias, paróquias, congregações religiosas, dioceses e demais sujeitos ou grupos que, durante o Ano Jubilar, se organizem peregrinações a Roma para orar ante o Ícone original de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro. Especialmente encorajamos a participação nos três atos oficiais já mencionados, mesmo que seja sempre possível organizar outras peregrinações em diferentes momentos .

 

Celebrações e ações nas Conferencias, (V)Províncias e Regiões.

De acordo com o que o beato Papa Pio IX nos exortou, os missionários redentoristas certamente “a fizeram conhecida no mundo inteiro”. Durante os últimos 150 anos, a devoção a Nossa Mãe do Perpétuo Socorro acompanhou os missionários redentoristas em todos os lugares onde estivemos.

Presente em mais de 80 países, levamos esta devoção a todos os continentes e até os últimos confins do mundo. A devoção a este ícone se encontra nas Igrejas Orientais, Católicas ou ortodoxas, como também na Igreja Católica Romana. Em numerosos lugares, a devoção a Mãe do Perpétuo Socorro precedeu até mesmo a própria presença dos missionários redentoristas. Por exemplo, isto aconteceu no Haiti, Coréia e Gana. Várias congregações a nomearam como padroeira própria, bem como diversas dioceses e paróquias.

Debaixo deste título, este ícone é venerado por algumas Igrejas Evangélicas e também por pessoas de outras religiões. É um fato, especialmente na Ásia, que alguns novos cristãos contam como chegaram à fé e ao batismo mediante as devoções e prática da novena.

O ícone do Perpétuo Socorro é umas das mais queridas imagens e mais conhecidas de Maria. Hoje, a devoção à novena – em igrejas e capelas, nas casas e hospitais, através da rádio e da televisão, e inclusive pela internet – nutre a fé e a oração de milhões de fiéis.

Neste espírito incentivamos todas as Conferencias, cada uma das Unidades bem como todas as comunidades redentoristas a que organizem atos e celebrações durante este Ano Jubilar. Com antecedência, pedi a todas as (V) Provincias e Regiões que nomeassem uma pessoa que servisse de contato para conectar-se com a Comissão Central em Roma. Numerosas Unidades já o fizeram. Às demais Unidades, peço-lhes que realizem a dita nomeação por ocasião das transferências do quadriênio e que enviem a Roma e ao coordenador da Conferencia os nomes correspondentes juntamente com a adequada informação do contato.

A Comissão propõe às Conferencias e às unidades numerosas sugestões com o fim de ajudá-las a organizar este Ano Jubilar. Gostaria pessoalmente de acrescentar algumas sugestões:

Dia 15 de dezembro de 2015 é o dia exato do 150º. aniversário do pedido de “Tornai-a conhecida no mundo inteiro”. Sugiro que em todas as igrejas e comunidades redentoristas tenha-se em conta, de algum modo, tal pedido destacando o alcance mundial desta devoção a N. Mãe do Perp. Socorro.
Cada uma das Unidades poderia pensar em organizar mensalmente alguma ação para destacar este jubileu – novas orações ou atos de devoção dentro da Novena, uma celebração litúrgica, alguma oficina sobre o ícone, algum retiro, etc.
Cada uma das Unidades poderia contactar algumas outras Congregações religiosas, paróquias e igrejas que praticam a devoção a N. Mãe do Per. Socorro e organizar conjuntamente determinadas ações.
Com certeza, vivamente encorajamos aquelas Conferencias e (V) Províncias que já estão organizando congressos, publicações e outras ações a respeito.

 

Comissão Central para o Jubileu da Mãe do Perp. Socorro.

A Comissão Central veio trabalhando duramente para proporcionar meios e fomentar iniciativas locais direcionadas a este importante ano jubilar. Nesta Comissão Central, presidida pelo Pe. Juventius Andrade, consultor geral, se encontra um representante de cada uma das Conferencias. Os membros desta Comissão são:

. Pe. Juventius Andrade, consultor geral e presidente da Comissão

. Pe. Piotr Chyla, pelo Centro de Espiritualidade Redentorista

. Pe. Brendan Kelly, pela Oficina do secretario geral

. Pe. Marek Kotynski, província de Varsóvia, pela Europa

. Pe. Phil Dabney, província de Baltimore, pela América do Norte

. Pe. Dirson Ferreira Gonçalves, província de Campo Grande, pela Am. Latina e Caribe

. Pe. Joseph Echano, viceprovíncia de Manila, pela Ásia e Oceania

. Pe. Patrice Nyanda, viceprovíncia da África Ocidental, por África e Madagascar.

Assiste-lhes a todos o Pe. Biju Madathikunnel, da Oficina de comunicações de Roma.

Num futuro próximo, a Comissão Central espera encontrar-se em condições de proporcionar recursos tais como:

. publicação de artigos sobre Maria, especialmente sob o titulo do Perp. Socorro.

. documentação sobre a espiritualidade e a historia do ícone.

. outros materiais e recursos para a oração.

Muitos destes recursos podem já ser encontrados na Web oficial do Ano Jubilar, www.iconoflove.org Conforme vai-se desenvolvendo este Ano Jubilar, este site irá também informar.

 

Celebração do Ano Jubilar do Perpétuo Socorro durante o Jubileu Extraordinário da Misericórdia

Creio que é providencial que nossa celebração do Ano jubilar de N. Mãe do Perp. Socorro coincida com o ano Jubilar Extraordinário da Misericórdia proclamado pelo Papa Francisco, e que começará no dia 8 de dezembro deste ano de 2015, Solenidade da Imaculada Conceição de Maria, padroeira principal da Congregação do SSmo. Redentor.

Santo Afonso invocou a Maria honrando-a como Mãe de Misericórdia e refúgio dos pecadores. Como Perpétuo Socorro de todo o povo de Deus, ela coopera no ‘mistério da redenção’ em Cristo (Const. 32). Nas suas meditações sobre a ‘Salve Rainha’, nas ‘Glórias de Maria’, Afonso não se cansa de apresentar Maria, Mãe da Misericórdia, como nosso Perpétuo Socorro, modelo e guia.

O Santo Padre conclui sua Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, Misericordia Vultus, com palavras que tocam os corações de todos os que amam a Nossa Mãe do Perp. Socorro:

“O pensamento se dirige agora a Mãe da Misericórdia. A doçura do seu olhar nos acompanhe neste Ano Santo, para que todos possamos redescobrir a alegria da ternura de Deus. Ninguém como Maria conheceu em profundidade o mistério de Deus feito homem. Tudo em sua vida foi plasmado pela presença da misericórdia feita carne. A Mãe do Crucificado Ressuscitado entrou no santuário da misericórdia divina porque participou intimamente no mistério de seu amor.

…Aos pés da cruz, Maria junto com João, o discípulo amado, é testemunha das palavras de perdão que saem da boca de Jesus. O perdão supremo oferecido a quem o havia crucificado nos mostra até que ponto pode chegar a misericórdia de Deus. Maria testemunha que a misericórdia do Filho de Deus não conhece limites e alcança a todos sem excluir ninguém. Dirijamo-nos a ela a antiga e sempre nova oração da Salve Rainha, para que nunca se canse de volver a nós seus olhos misericordiosos e nos faça dignos de contemplar o rosto da misericórdia, seu Filho Jesus” (MV 24).

O Santo Padre nos convida ‘a peregrinar’ durante este Jubileu Extraordinário da Misericórdia, acompanhados por Maria, Mãe da Misericórdia, a quem também invocamos como Nosso Perpétuo Socorro.

Os missionários Redentoristas sabem que o amor de Maria não é um elemento opcional de nossa espiritualidade; é parte integrante de nossa concepção da ‘copiosa redenção’ - a abundante redenção e a plenitude da vida a que estamos chamados por Jesus, Nosso Ssmo. Redentor.

Chamados pelo Redentor a levar a Boa Nova aos pobres e aos abandonados, damos nossas vidas pela abundante redenção em comunhão com Maria, Nosso Perp. Socorro. Ela nos acompanha quando pregamos o Evangelho sempre de maneira nova. Ela nos mostra o rosto da misericórdia, que é seu Filho Jesus, o Cristo. Ela nos ensina a sermos ‘discípulos missionários’, conhecedores do ‘revolucionário da ternura e do carinho’ (EG 288).

Que este Ano Jubilar de N. Mãe do Perpétuo Socorro nos aproxime mais profundamente ao Jubileu Extraordinário da Misericórdia a fim de poder proclamar com nossas palavras e com nossas vidas a alegria do Evangelho que leva a ‘copiosa redemptio’ a todos! Que Sto. Afonso continue a nos ensinar o amor e a confiança filial a Maria que marcou toda sua vida. Que o Espírito Santo guie nossas celebrações e inflame nossos corações!

Seu irmão no Redentor,

P. Michael Brehl, CSsR

Superior Geral

Foto de Postulantado Geraldo Magella Cssr.
 

 

Voltar