Atualização Teológica da Província do Rio

04/04/2014 23:24

publicado em: 04/04/2014


Atualização Teológica da Província do Rio

 Aconteceu na Casa de Retiros São José, em Belo Horizonte (MG), do dia 1º ao dia 03 de abril, a Atualização Teológica da Província do Rio. A temática escolhida foi “Questões da sexualidade na confissão”. O assessor, Pe. Elismar Alves dos Santos, C.Ss.R., psicólogo e doutor em Teologia, apresentou aspectos importantes da sexualidade que devem ser conhecidos pelo confessor para que esteja em condições de ajudar o penitente no sacramento da reconciliação.

 

À luz da tradição redentorista, ele apresentou a misericórdia e a capacidade de acolhida como elementos cruciais para que a confissão ajude o cristão no seu processo de conversão, às vezes longo e marcado por vários condicionamentos. O conhecimento do que as ciências do homem dizem sobre a sexualidade, mormente a psicologia, traz para o confessor segurança no exercício do seu ministério e lhe oferece dispositivos para os devidos encaminhamentos.

 

O encontro aconteceu num clima muito fraterno, no qual os participantes puderam levantar questões pertinentes e esclarecer dúvidas. O Pe. Elismar demonstrou muita competência em suas exposições e aportou uma contribuição significativa para os confrades presentes.

 
Informou: Pe. Paulo Carrara, C.SS.R.
 

Leia o depoimento do Pe. Elismar sobre a Atualização Teológica:

 

A sexualidade, os caminhos e a confissão


Em janeiro desse ano, o Pe. Dalton entrou em contato comigo para saber se poderia conduzir os três dias de estudo da Província do Rio. Sugeriu a temática  sexualidade e confissão. Aceitei o convite e logo comecei a pensar na forma de sistematizar a reflexão. Porém, logo descobri que há uma carência de produção escrita sobre o assunto.

Com isso, procurei sistematizar um roteiro reflexivo em vista de conjugar os três conceitos que formam o tema: sexualidade, caminhos e confissão. Para nós presbíteros, logo surge um desafio: como orientar as pessoas que nos procuram em decorrência do sofrimento sexual? Que caminho propor a tais pessoas? O tema é complexo e exige uma visão geral do ser humano. Para isso, torna-se necessário estabelecer um profundo diálogo entre Teologia Moral e Psicologia. Descobre-se que a sexualidade pertence à ordem do mistério e não da definição. A mesma é ambivalente e sempre escapa da possibilidade de defini-la.

Essas duas áreas do saber, sobretudo, nos últimos anos tem insistido que é preciso olhar para o outro que sofre, especificamente, na dimensão da sexualidade, e considerá-lo não a partir de seus atos, mas como pessoa. Essa pessoa, por sua vez, precisa ser concebida como alguém relacional. Então, ela é mais que seus próprios atos. Assim, insistimos na importância de conjugar “pessoa”  e “sexualidade”. Como compreender, por exemplo,  “prazer” e “sexualidade” ? O que dizer a uma pessoa homossexual que procura o sacramento da confissão? Como Redentoristas, sabemos que Santo Afonso, em sua Teologia Moral, insistiu no princípio da Benevolência. Independente do pecado, cabe ao Redentorista usar da misericórdia em vista de aliviar o sofrimento de quem procura o sacramento da confissão. Nesse contexto, a Exortação Apostólica Evangelli Gaudium do Papa Francisco (2013, n.44), ressalta: “aos sacerdotes, lembro que o confessionário não deve ser uma câmara de tortura, mas o lugar da misericórdia do Senhor que nos incentiva a praticar o bem possível”.
 

Pe. Elismar Alves dos Santos, C.Ss.R.

 

Voltar