Acolhimento e simplicidade da Novena atrai fiéis no mundo todo

15/05/2014 16:26

 

Missionários Redentoristas de diversas partes do mundo apresentaram hoje durante todo o dia a realidade da devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em seus países e comunidades, durante o Congresso Internacional da devoção que acontece em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil, esta semana (12 a 16 de maio).

 

Nova York, Toronto, Denver, Manila, Singapura, Goiás, Dublin, Curitiba, Campo Grande, Belém, e muitas outras cidades do mundo foram citadas, pois elas têm algo em comum: a Novena a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a Devoção, os Santuários Marianos e os missionários redentoristas. Por meio de vídeos, testemunhos e explanações, os missionários apresentaram um pouco da história da devoção em cada país, como chegou, como cresceu e as realidades atuais.

Foi possível perceber o quanto a devoção está incorporada por diversos povos, de diferentes culturas, realidades, e diferentes formas de manifestar a sua fé, mas todos com grande amor à Maria, a Mãe de Jesus. Nota-se a facilidade que esta devoção tem de penetrar na vida das pessoas por sua simplicidade e gratuidade. Em Manila, Filipinas, por exemplo, o Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro fica aberto 24 horas e atrai milhões de devotos, entre eles budistas e hinduístas. Os missionários deste país contam que não existe conflito entre as religiões. Isso, segundo eles, se dá pela gratuidade com que Maria se apresenta. 

Padre Michel Brehl, superior geral da Congregação, abriu os trabalhos nesta terça-feira, 13 de maio, lembrando tratar-se de um momento histórico, pois em breve estarão comemorando os 150 nos do mandato do Papa Pio IX: “Façam-na conhecida pelo mundo inteiro”. “Maria foi também destacada como a primeira e grande missionária evangelizadora, com estilo revolucionário de justiça e carinho, que deve ser imitado por todos os missionários”.

Dom Dimas Lara Barbosa, arcebispo de Campo Grande, que esteve presente pela manhã, deu as boas-vindas a todos e destacou a importância da Congregação na evangelização do Brasil e do mundo; fazendo votos de que seja um Congresso de grande proveito para a Igreja Católica.

Durante a tarde os participantes também tiveram a oportunidade de partilhar experiências locais, trocando informações sobre como a devoção se manifesta em cada comunidade. O dia encerrou-se com a Santa Missa.

 

Nesta quarta-feira (14), os trabalhos seguem com reflexões sobre o significado do Ícone como um ícone especial e o Perpétuo Socorro sob o ponto de vista da Mariologia. Durante a tarde, os participantes terão um horário reservado para conhecer a Novena a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro no Santuário, em Campo Grande, MS. 

Voltar