PADRE HÉLIO DE PESSATO LIBARDI, CSsR

*   06 DE ABRIL DE 1941

+  30 DE MAIO DE 2011

 

AUTOBIOGRAFIA 
Nasci em Tietê. SP, no Bairro Pederneiras, aos 06 de abril de 1941. Filho de João Libardi e de Herminia de Pessato Libardi. Somos treze irmãos: 10 mulheres e três homens. Sou o número 08. Nossa família é da roça, depois se mudou para a cidade. Sempre tivemos contato com padres, fomos muito religiosos. Tenho urna irmã freira franciscana. Fui cordígero (franciscaninho) e acabei sendo redentorista. Nossa casa sempre foi um lugar para todos; passaram por lá mais de 6 pessoas que mamãe recolhia para ajudar nos estudos. De nossa família só estudou quem teve coragem de enfrentar sozinho a vida; outros quiseram, mas não puderam estudar por causa do trabalho; mamãe ficou viúva e tinha a criançada em casa para acabar de criar. Estudei em Aparecida, onde entrei para o seminário com 11 anos. Foi minha primeira viagem sozinho e, primeira vez que fiquei fora de casa: muita saudade, muito choro escondido, muita vontade de largar tudo, mas cheguei até hoje. Tive dificuldades nos estudos, porque moleque de roça não gosta de ler, prefere uma enxada a um livro. Nosso tempo de seminário foi difícil, tradicional, sem ver a família, muita disciplina, mas consegui atravessar. Minha ordenação foi em Tietê, no dia 0l de janeiro de 1967, depois de fazer filosofia e teologia em Tietê e São Paulo. Depois fui trabalhar na formação no seminário de Tietê por uns 10 anos. Durante o trabalho na formação trabalhei também com os cursos do TLC, Renovação Carismática, cursos de noivos e nas capelas rurais: foi uma loucura. Isso, porém me ajudou depois nas missões populares. Fui transferido para as Missões; fiquei Provincial dos redentoristas da Província de São Paulo por dois mandatos, isto é, 06 anos; voltei para as Missões até este momento. Das experiências pastorais nasceram alguns livros que escrevi numa linguagem bem popular: A coleção GENTE PEQUENA e alguns voluminhos na coleção RELIGIÃO TAMBÉM SE APRENDE. Sou feliz em ser redentorista e missionário. Acho que tudo o que custa, traz depois muitas alegrias e firmeza. Sou agradecido a Deus pelo que aconteceu em minha vida. Convido vocês a se consagrarem a Deus e aos outros, vocês serão felizes também!
 
Libardi
Pe. Libardi não pode ser esquecido, tal o valor que tem para UNESER. Afora o amor que lhe devemos pelo grande amor que nos dedicou. Devemos-lhe homenagem e a melhor que podemos fazer a ele é divulgar seus textos, suas mensagens; postar fotos dele nas mais diversas situações em que nos vimos a sua volta, postar comentários, etc. Assim o manteremos vivo entre nós. Esperamos sua colaboração para mantermos viva esta página.
Pe. HÉLIO DE PESSATO LIBARDI
 
              Nasceu a 09.04.1941, em Tietê SP. Seus pais: João Libardi e Hermínia de Pessato Libardi . Família numerosa: 13 filhos, dos quais dois são Religiosos. É o 8º filho do casal.Foi batizado em Saltinho e crismado em Laranjal Paulista. Entrou para o Seminário Santo Afonso, em Aparecida, a 11.08.1952, onde terminou os estudos em 1959. Em 1960, fez o Noviciado em Pindamonhangaba e aí fez sua Profissão Religiosa na Congregação Redentorista, no dia 02.02.1961.
              Os estudos de Filosofia e Teologia foram feitos em Tietê e no Alfonsianum, em São Paulo, Capital. Fez a Profissão Perpétua na Congregação em Tietê, no dia: 02.02.1964.
             Foi Ordenado Sacerdote a 01.01.1967, em Tietê SP, na Igreja de S.Teresinha, por Dom José Melhado Campos, Bispo de Sorocaba SP.
              Começou sua vida apostólica em 1968, como professor e auxiliar do diretor do Seminário Menor de Santa Teresinha, em Tietê SP. Em dezembro de 1972, foi nomeado Diretor do Seminário, aí ficando até o fim de 1978, quando foi transferido para São João da Boa Vista, como missionário das Missões Populares.
              Foi Conselheiro Provincial, de 1982 a 1984. Por várias vezes foi membro do Capítulo Provincial. Trabalhou na preparação do Congresso Eucarístico Nacional de Aparecida, em 1985.
            No 2º semestre de 1987, foi fazer uma reciclagem pastoral em Roma, de onde voltou em julho de 1988. Continuou seu apostolado nas Missões Populares.
            No dia 08.06.1990 foi eleito Superior Provincial da Província Redentorista de São Paulo.No dia 17 de junho, tomou posse do cargo em solene Eucaristia, na Basílica Nova, em Aparecida.
            Terminado seu mandato, em 1997, foi transferido para Sacramento MG. m 1998, foi transferido para Araraquara, onde ficou, trabalhando nas Missões Populares.
            Grande missionário, é também escritor. Era muito procurado para aconselhamento e direção espiritual.
           Foi coofundador da UNESER e diretor Espiritual por 15 anos.
            Internado por uma dissecação da aorta, foi submetido à cirurgia. Com problemas pela dificuldade de cicatrização, sofreu mais duas operações, vindo a falecer durante a operação, dia 30 de maio às 15 h, no hospital S. Lucas de Ribeirão Preto.
Pe. José Bertanha, C.Ss.R
Arquista Provincial
São Paulo, 30.05.2011
 
 

Libardi e suas pescarias no rio Araguaia.

PADRE HÉLIO DE PESSATO LIBÁRDI CSsR
Conheci pessoalmente o Pe.Libárdi em um encontro de ex-seminaristas realizado em julho de 2007, o ENESER 12...
Isso porque foi a minha primeira participação em encontros da UNESER...
De repente, no retiro de fevereiro de 2008, lá estava de volta o Pe.Libárdi com o Pe.Toninho, dois missionários de peso dando uma força espiritual naquele encontro...
No encontro de julho de 2008, o ENESER 13, novamente a presença do Pe.Libárdi e autor:
DEUS É AMOR, JUSTIÇA E PAZ,
MINHA FORÇA E ESPERANÇA!
DEUS É AMOR
MINHA LIBERTAÇÃO,
MINHA ALEGRIA
E MINHA SALVAÇÃO!
E o Pe.Libárdi repetia e repetia esse som , ora soltando a voz, ora murmurando......DEUS É AMOR, JUSTIÇA E PAZ......
No décimo quarto encontro, em julho de 2009, o ENESER XIV, estava lá o Pe.Libárdi. Com São Clemente e o Pe.Vinicius surgia o belo refrão: AGORA VAI...
Retiro de fevereiro de 2010, e o Pe.Libárdi veio com a assiduidade de sempre, pontual, o elo dos antigos seminaristas junto à congregação redentorista, paterno, diretor e confessor espiritual....e lá estava com ele o Pe.Edgar e o tema surpreendente de Jonas...
Encontro em julho de 2010, no ENESER XV....Padre Libárdi agora assumia o programa que, por um forum dos presentes, busca o melhor caminho para a jornada do cristão....
No encontro da Pedrinha, em fevereiro de 2011, juntamente com os acordes harmônicos no violão do Padre Anchieta, seu novo pupilo nas missões, Padre Libárdi, no seu quartinho em frente ao refeitório, aguardava-nos a todos para nossos desabafos e a sua bênção reparadora...Ele me deu orientação importante que não tinha conseguido em 14 anos....
Que interessante...uma relação tão ditosa, inspirada, UNESER e PADRE LIBÁRDI CSsr...
 e 
Que ainda falar?...Autor de tantos livros que evangelizam o povo de toda idade?...Missionário redentorista...o chefe de equipe dedicada?... O provincial da época de formação e início da UNESER?...O colaborador perene do BLOG e do SITE?...
Meu bom amigo, Pe.Libárdi, no dia 06 de abril, quando lembro o passamento de meu pai em 1949, rememoro  sua data de nascimento.
Que Santo Afonso, ao lado da padroeira a Virgem de Aparecida, continuem intercedendo a Deus pela continuidade de sua obra...agora que desfruta de sua cobiçada companhia e todos estamos imensamente agradecidos ....
ANTÔNIO IERÁRDI NETO